Árvores: A Razão Pela Qual Vivemos e Respiramos

Elas vêm em diferentes cores, formas, alturas: árvores! A razão pela qual estamos todos vivos e podemos respirar.

Credits: lighttomysoul

A floresta tropical é chamada de pulmão do mundo. As árvores precisam de nós e nós precisamos delas. Sábia a pessoa que disse que “As árvores somos nozes!!”

Eu fico sempre triste quando vejo que eles cortaram uma árvore na minha cidade ou vizinhança; uma árvore que tem estado lá desde que eu consigo lembrar-me. Não só torna o espaço horrivelmente vazio e chato, como também aperta meu coração. Talvez porque as árvores são tão grandes e majestosas e de certa forma confortantes.

Eu sinto mais ou menos o mesmo desgosto em relação à exploração da madeira como a relação das caças e consumo de carne de baleia. Quando vivi na Noruega o meu colega de quarto perguntou-me se eu queria comer baleia no jantar com ele, e eu pensei: como é que você consegue fazer isso? Algo na força e graça das árvores, e das baleias, me faz desprezar esse tipo de atitude.

Credits: lighttomysoul

Não concordam?

O meu irmão não acha que a velocidade em que estamos cortando as árvores terá qualquer impacto no mundo, eu pergunto-me de onde é que ele está vendo os fatos. Estamos consumindo cada vez mais, liberando gases poluentes, e rapidamente devastando nossas florestas.

Credits: lighttomysoul

Eu amo árvores e acho que todos precisamos começar a ver o que as nossas escolhas e compras fazem ao mundo; qual o seu impacto no mundo como um só. Nós não podemos continuar consumindo na mesma taxa que estamos agora.

Credits: lighttomysoul

escrito por lighttomysoul no dia 2011-11-09 em #estilo de vida #natureza #arvores #arvore
traduzido por lighttomysoul

Mais Artigos Interessantes

  • A fotografia de Réka Koti: Borrões Lo-Fi e Atmosferas nevoentas

    written by K. Aquino on 2015-10-05 in #people #lifestyle
    A fotografia de Réka Koti: Borrões Lo-Fi e Atmosferas nevoentas

    Fotos de viagens muitas vezes são ágeis, as formas são definidas e as cores afiadas. Réka Koti tem uma interpretação completamente diferente. Um lugar é uma base para experimentos. A natureza é um detalhe duplo exposto ou uma nublina do vestido da sua modelo. Galhos e folhas se borram para parecer pinceladas. O resultado é misterioso e a Lomografia não resiste a pergunta: Qual é a alquimia atrás dessas fotos sombrias?

  • Khalik Allah: A Auréola na Escuridão da Noite

    written by jennifer_pos on 2015-10-25 in #people #lifestyle #videos
    Khalik Allah: A Auréola na Escuridão da Noite

    Ele se chama de Khalik Allah - um criador, um ser eterno e sem limites. Ele documenta a vida como ela vem e vai, como ela machuca, como ela brilha dentro dos protagonistas de suas histórias. Sua fotografia e videografia nos leva para a profundidade nas noites sem fim de Harlem, um lugar onde a escuridão parece alcançar seu pico. Mesmo assim, ele captura luz da forma mais pura, nos lembrando que está dentro dos nossos olhos, em cada um de nós.

  • Quioto Em Um Segundo

    written by lomographymagazine on 2015-08-10 in #gear #lifestyle
    Quioto Em Um Segundo

    Como um agrupamento de cerejeiras em flor, os templos em Quioto travam os turistas em suas caminhadas. As pessoas posam como estátuas, com a câmera balançando do pescoço ou levando ela nas mãos. O impulso de fotografar todos os ângulos é constante, principalmente para quem visita a cidade pela primeira vez. O templo Kinkaku-ji e Fushimi Inari-Taisha estão sempre cheios de visitantes. Seria de esperar que os turistas apenas passassem por lá de maneira breve, mas a verdade é que eles estão demasiado ocupados fotografando Quioto inteira.

  • A Beleza do Preto e Branco

    written by lomographymagazine on 2015-11-20 in #world #lifestyle
    A Beleza do Preto e Branco

    Uma citação popular do fotojornalista Ted Grant vai assim, "Quando você fotografa pessoas em cor, você fotografa suas roupas. Mas quando você fotografa pessoas em preto e branco, você fotografa suas almas!" De fato, a falta de cores vibrantes força o telespectador a ver mais do que está exposto, reconhecer a atmosfera em torno da foto. Nesse post, nós colhemos fotos tiradas em preto e branco à mão em várias situações e exibimos atmosferas diferentes.

  • Blue for Hue: Visão de Dia e Noite com o Filme Kono! Donau

    written by Lomography on 2015-10-22 in #gear #news
    Blue for Hue: Visão de Dia e Noite com o Filme Kono! Donau

    Nem todas as fotos foram feitas para ser vistas em cores vibrantes e saturadas, e nem sempre elas são feitas para o preto e branco. A Lomografia dá as boas-vindas para um novo filme da KONO! O filme reanimado. Sem diminuir o valor estético das imagens, o filme KONO! Donau 35mm lança um tom azul distinto para as fotos. É um filme de ultra-baixo ISO que se usa principalmente para longas exposições. Dê uma olhada nessa seleção colorida de imagens.

  • Chilledvondub e sua Arma de Eleição: Leica M6

    written by Eunice Abique on 2015-07-17 in #world #lifestyle
    Chilledvondub e sua Arma de Eleição: Leica M6

    Craig Fullbrook jura pela Leica M6, não só por sua grande fama e reconhecimento, mas também por sua fiabilidade e performance. Nessa entrevista, ele explica melhor o que faz dessa estilosa câmera um "must-have" e a sua experiência em geral usando ela.

  • Celeste Ortiz: Possibilidades Analógicas

    written by lomographymagazine on 2015-10-08 in #people #lifestyle
    Celeste Ortiz: Possibilidades Analógicas

    A fotografia foi descrita como um aparelho que para o tempo, algo que congela uma ação. Esse momento em pausa é o mais silencioso; todo tipo de conversa sobre a foto vai tentar descrever a beleza desse segundo. As fotos de Celeste Ortiz nos deixa pensar em algo diferente. Um senso de continuação.

  • Lições de Fotografia Vintage: Liderando o Olho

    escrito por lomographymagazine no dia 2016-02-12 em #mundo #estilo de vida
    Lições de Fotografia Vintage:  Liderando o Olho

    O Vintage não tem que ser velho e esquecido. Estas amostras de arquivo servem como memorandos para onde direcionar o olho e como criar profundidade em uma imagem.

  • Uma Redação em Vídeo Sobre Porque Nós Tiramos Fotos

    escrito por lomographymagazine no dia 2016-02-09 em #mundo #estilo de vida #vídeos
    Uma Redação em Vídeo Sobre Porque Nós Tiramos Fotos

    Uma maravilha como uma câmera, algo que vai entre o fotógrafo e um sujeito, não forma barreira, mas uma maneira de se conectar. Joe Aguirre nos leva através dos porquês em um novo filme por Jonas Normann.

  • Petzval Amigo Xavier Boldú

    escrito por hannah_brown no dia 2016-02-08 em #mundo #lomoamigos
    Petzval Amigo Xavier Boldú

    Xavier Boldú é um fotógrafo morando em Londres que conseguiu capturar perfeitamente o potencial inteiro da lente Petzval 85 através dos seus lindos retratos. Ele compartilha algumas das suas imagens favoritas e fala sobre sua paixão por essa Bokeh Art Lens.

  • Modos Instantâneas de Pintar A Noite

    escrito por lomographymagazine no dia 2016-02-08 em #equipamento #estilo de vida
    Modos Instantâneas de Pintar A Noite

    A Lomo'Instant Marrakesh, o nosso equipamento romântico, nos deixou pensando em noites de fevereiro. E o que combina mais com um encontro a meia-noite e fotografia instantânea do que pinceladas ousadas de luz? Então essa é a nossa missão noturna, de fazer pinturas com luz brilharem com anedotas pessoais.

  • Impressões Clorofilas por Binh Danh: Uma Entrevista

    escrito por lomographymagazine no dia 2016-02-03 em #pessoas #estilo de vida
    Impressões Clorofilas por Binh Danh: Uma Entrevista

    No trabalho de Binh Danh, a arte é o espaço para os sem nomes, serem vistos. Quando a guerra é o tema de cada detalhe conta. Como é que uma pessoa resolve esta questão enorme, onde a morte e o valor de vidas se cruzam? Um trabalho de um homem só se torna em uma tarefa sobre outros homens. E assim por sua série "Immortality: The Remnants of the Vietnam and American War" ele fez cópias de clorofila para expressar a marca indelével da guerra em várias terras. Soldados e leigos, cujos rostos e registros foram arquivados são dadas outra chance de ser lembrado.