Olympus Trip 35: Clássica e Internacionalmente Famosa

Eu não sou o primeiro a escrever sobre a Olympus Trip 35 e eu certamente não serei o último. O que faz as pessoas falarem tanto sobre esta pequena caixa preta e prata?

Foto por Latente reproduzida aqui sob creative commons.

Clássica e famosa internacionalmente, vendeu milhões de unidades em todo o mundo. Isso significa que muitas estão disponíveis em brechós e em toda a Internet. Não é de se admirar então que eu conheço muitas pessoas com um interesse renovado pela fotografia analogica que acabam com uma Trip. O que é incrível é o culto que surgiu em torno delas.

Os seguidores da LC-A amam as falhas da LC-A. Sim, ela é capaz de imagens muito nítidas e é incrivelmente flexível, com velocidades do obturador quase ilimitadas e com a nova LC-A + pode-se alcançar velocidades de filmes muito altas. É conhecida pela sua vinheta bonita, um efeito que eu gosto levando o olho dos observadores para o meio de cada impressão. No entanto, às vezes você quer algo mais preciso, mais realista e é aí que a Trip vem a calhar.

Em suma, a Olympus Trip 35 oferece a mesma qualidade de foto (ou melhor) que uma SLR muito mais cara faria. Se você obter o foco correto (é uma câmera com foco por zona assim, como a LC-A, você deve praticar advinhar distâncias antes da focagem perfeita tornar-se natural), entao as imagens ficarao com bom contraste, sem distorção de qualquer tipo, e vinhetas minimas, apenas ocasionalmente.

Créditos: adam_g2000

Isso a torna uma alternativa maravilhosa para uma bem maior, SLR, inconveniente e mais pesada. A Trip pode ser transportada em uma bolsa (ou bolsa masculina!) facilmente e como a LC-A ser utilizada de um modo verdadeiramente rápido.

Muitos adoram com a Trip, mas é injusto não chamar a atenção para algumas das peculiaridades que a tornam uma companheira, e não uma alternativa para a LC-A.

Quando a Trip estava em produção, os filmes não eram tão rápidos como são hoje, isso significa que as configurações de ISO da câmera sao um pouco estranhas, começando em 25, com alguns poucos incrementos e só vai até 400. Com filmes de hoje possuem grãos muito mais fino e não sao tao lentos, os ajustes só são realmente úteis entre ISO 100 e 400.

Existem apenas duas velocidades do obturador, 1/200 e 1/40. Isso significa que você só vai conseguir imagens nítidas em dias com muitas luz e a vibração pode ser muito evidente em 1/40. A lente de câmera é bastante brilhante em f2.8, mas ainda assim, não é tão flexível quanto a LC-A+.

A Trip ama detalhes e ama preto e branco.

Ainda pensando em comprar uma Trip? Excelente. Ela se tornou uma das minhas câmeras favoritas e eu a recomendo. Se for comprar uma, certifique-se de verificar o medidor de luz está funcionando, e que a “bandeira vermelha” não está presa. Uma coisa que você tem a fazer é substituir as vedações. Depois de alguns vazamentos de luz (quem quer uma Trip com vazamentos de luz? Sua qualidade é o ponto!), Troquei as vedaçoes, fácil e rápidamente (me envie uma mensagem para pegar o contato de quem faz os kits para fazer isso) e desde então eu não tive problema.

Créditos: adam_g2000

Mesmo com pouca luz e filme vencido, a Trip é capaz de capturar incríveis detalhes da grama na primeira foto, a direito e nos cantos da foto – uma raridade aqui é a vinheta, eu só a consegui com filme vencido.

Aspectos técnicos de lado, minha última palavra sobre a Trip é que ela é linda. Você simplesmente não pode discordar da estética dessa SLR em miniatura prata e preta… que coisa bonita.

escrito por adam_g2000 no dia 2012-03-11 em #gear #olympus #lomography #35 #sharp #trip #colour #accurate #camera #user-review #35mm #review
traduzido por vctrrl

Mais Artigos Interessantes

  • Aventura analógica: Uma Entrevista com Lorenzo Scudiero

    escrito por Ivana Džamić no dia 2016-07-29 em #people
    Aventura analógica: Uma Entrevista com Lorenzo Scudiero

    Este jovem artista chamou a nossa atenção com fotografias deslumbrantes que dão cor à vida ao nosso redor. Ele conseguiu mostrar uma mistura perfeita da natureza e sua harmonia com as pessoas. Seus retratos contam histórias de jovens em torno dele e lugares diferentes que ele visitou

  • Ferry Verheij: Um Contador de Histórias

    escrito por Ivana Džamić no dia 2016-07-29 em #people
    Ferry Verheij: Um Contador de Histórias

    Pode ser dito que fotografia é mais do que apenas um clique na câmera, ela deixa os momentos, as pessoas e emoções viverem para sempre. Isso foi confirmado a nós por um fotógrafo excepcional holandês Ferry Verheij, cujo as fotos representam histórias de todas as pessoas e lugares que ele teve a chance de conhecer.

  • Apresentando a Lomo'Instant Milano Edition

    escrito por Lomography no dia 2016-07-29 em #gear #novidades
    Apresentando a Lomo'Instant Milano Edition

    Diga oi para a nova Lomo'Instant Milano Edition - abrindo caminho para um estilo instantâneo fresco e estiloso!

  • Novidades do Shop

    Direto de Milão

    Direto de Milão

    Chegou alguém novo na cidade e há rumores de que ela é a solução sartorial aos seus desejos de fotografia instantânea. A nova Lomo’Instant Milano chegou! Seja corajoso, seja alto! A Milano Edition vem com um novo visual que certamente vai virar cabeças quando você tirar aqueles adoráveis snaps de tamanho de carteira . Canalize sua fashionista interior e comece a fotografar com esta nova adição à família crescente da Lomo'Instant. Pegue uma no Online Shop agora!

  • Quebrando as Regras: Ume Entrevista com Camille Rouzaud

    escrito por Ivana Džamić no dia 2016-07-26 em #people
    Quebrando as Regras: Ume Entrevista com Camille Rouzaud

    Camille Rouzard é uma fotógrafa única que ama capturar vidas de jovens e os transferir nas suas histórias. Ela acredita que paz é a ferramenta mais poderosa para criatividade e explica que viver de maneira autentica significa ser corajoso o suficiente para se arriscar.

  • Shuji Kobayashi: Beleza Eterna (NSFW)

    escrito por Ivana Džamić no dia 2016-07-19 em #people
    Shuji Kobayashi: Beleza Eterna (NSFW)

    Nós estamos vivendo em um tempo, em qual poucas coisas podem nos surpreender ou chocar. De qualquer modo, ser corajoso o suficiente para expressar emoções e mostrar um corpo nu feminino ainda é controverso e tema de várias discussões.

  • Lomo In-Depth: A Arte de Se Traduzir em uma Foto

    escrito por Ciel Hernandez no dia 2016-07-07 em #culture
    Lomo In-Depth: A Arte de Se Traduzir em uma Foto

    Para o fotógrafo, sua foto também pode ser uma reflexão de si mesmo – e as vezes, sendo se mesmo é o melhor jeito de se aprocimar a fotografia artística.

  • Novidades do Shop

    O Bazar da Lomography

    O Bazar da Lomography

    Estamos sempre indo longe a busca, procuramos meticulosamente, caçamos e escolhemos às mãos, uns dos equipamentos mais experimental e alternativo por aí – e agora nós temos todos reunidos em uma categoria de loja fácil de navegar, prontos para a colheita! No Lomo-Bazar, você também pode fazer parte do nosso processo de recolha e coleção de novos produtos frescos, tesouros raros e criações de crowd-fundings para vender na loja – afinal, é tudo para você! "Entre em contato com a gente":https://docs.google.com/a/lomography.com/forms/d/13Tvg6uZN_4myQZYdHLhRjeQbdJ3po5dn_SQW3CYoy9E/viewform?c=0&w=1 para compartilhar as suas sugestões para produtos incríveis – vá em frente, estamos ouvindo!

  • Câmeras Lomo LC-A Ao Passar dos Anos

    escrito por lomographymagazine no dia 2016-07-05 em #gear
    Câmeras Lomo LC-A Ao Passar dos Anos

    A nossa amada câmera Lomo LC-A está fazendo 32 aninhos este ano! Ao passar dos anos, nós vimos essa câmera clássica e compacta mudar de cor e designs. Mas acima da mudança no seu visual existe uma história ou nova etapa para celebrar.

  • Canalizando a Simetria e Paletas de Wes Anderson

    escrito por lomographymagazine no dia 2016-06-23 em #culture
    Canalizando a Simetria e Paletas de Wes Anderson

    A característica cinematográfica do cineasta Wes Anderson no filme é traduzida para a impressão fotográfica.

  • Revisões de Câmeras Vintage: Kodak Bantam 828

    escrito por Mark Hannah no dia 2016-06-09 em #gear
    Revisões de Câmeras Vintage: Kodak Bantam 828

    Eu primeiramente descobri câmeras Vest Pocket enquanto estava procurando câmeras dobráveis e me apaixonei pelo design e compacidade delas. Com certeza, a minha preferida é a Kodak Bantam 828.

  • Novidades do Shop

    Apresentando a Lomo'Instant Honolulu Edition

    Apresentando a Lomo'Instant Honolulu Edition

    Apresentando a adição mais legal para a nossa família criativa da fotografia instantânea—a Lomo'Instant Honolulu Edition ! Com a aparência super fresh com a sua paleta de cores limpas e seus detalhes de impressão de palmeiras, a nossa inspiração instantânea mais recente te leva para a cidade descontraída de Honolulu, Havaí. A brisa salgada do oceano, tiki bares exóticos, danças de hula atraentes e belas palmeiras, tudo esperando a sua criatividade ensolarada. Passe na nossa Loja Online ou em uma das nossas Lojas de Galeria em todo o mundo para obter a sua hoje!

  • Terapia de Exposição: Uma Entrevista com Edie Sunday

    escrito por Teresa Sutter no dia 2016-05-24 em #people
    Terapia de Exposição: Uma Entrevista com Edie Sunday

    As imagens de Edie Sunday são místicas, comoventes e íntimas. A fotógrafa de 26 anos de idade, que foi fascinada por cinema desde uma idade muito jovem, inspira-se com a forma feminina e explora um reino entre o consciente e o inconsciente, brincando com cor e luz.

  • Apresentando a Nova Lomo'Instant San Sebastián Edition

    escrito por Lomography no dia 2016-05-20 em #novidades
    Apresentando a Nova Lomo'Instant San Sebastián Edition

    Pode chegar com as vibrações do verão com o nosso mais novo membro da família instantânea! Com praias lindas e fascínio cosmopolita, a cidade basca de San Sebastián tem inspirado o nosso tesouro instantâneo mais novo – a Lomo'Instant San Sebastián

  • Primeiras Impressões da Daguerreotype Achromat 2.9/64: Pablo Rodrigo

    escrito por ellakoppensteiner no dia 2016-05-17 em #gear #novidades
    Primeiras Impressões da Daguerreotype Achromat 2.9/64: Pablo Rodrigo

    Fotografia em preto e branco. Retratos e paisagens com um look vintage. O fotógrafo "Pablo Rodrigo":http://pablo-rodrigo.com/ nos leva de volta no tempo através das fotografias incríveis que ele fez com a Daguerreotype Achromat 2.9/64 Art Lens.