As 7 Mudanças Analógicas em Minha Vida

2012-05-25 2

Esse artigo fala sobre as 7 mudanças que tive de passar quando entrei pela porta do Mundo Analógico.

Créditos: walasiteodito

1. Me tornei PACIENTE.
Ser paciente é uma das primeiras mudanças que desenvolvi na conversão ao analógico. Tem momentos em que eu vejo que tenho de esperar por um momento para conseguir uma foto perfeita. Penso que fotografar é como uma única oportunidade, uma chance de preservar aquele curto espaço de segundo que só vai acontecer uma vez. Acho que essa é a grande diferença de fotografar com uma câmera digital, onde eu posso tirar fotos continuamente até ficar legal, enquanto com a analógica estou limitado à 36 poses.

Créditos: walasiteodito

2. Me tornei OBSERVADOR.
Comecei a olhar mais em volta. Antes, eu simplesmente andava pelas ruas sem notar as pessoas que estavam passando, como as coisas estavam indo ou o que havia de novidade. Percebi que fazer essa caminhada todos os dias não significa que você já conhece tudo daquele lugar. Fui me conscientizando a cada dia e sempre alguma coisa acontecia, nada continuava do mesmo jeito: você só tem que observar, há sempre algo novo pra fotografar.

Créditos: walasiteodito

3. Eu comecei a OLHAR PRA CIMA.
Nós, lomolovers, amamos céus azuis e grandes nuvens fofas. Comecei a olhar pra cima e a apreciar mais o céu frequentemente e sentia como se eu nunca tivesse visto o céu tão bonito antes. Além disso, acho que é muito importante sempre saber o clima, especialmente quando se tem mãos trêmulas.

Créditos: walasiteodito

4. CONSTRUIR CONEXÕES com estranhos.
Eu sempre amei conversar e tirar fotos de pessoas
desconhecias, mas nunca tive coragem de fazer isso. Quando eu comecei minha vida analógica e entrei na Shutter Revolution, me tornei mais confiante pra falar com pessoas que não conhecia e vários deles se tornaram meus amigos agora. Não indo muito longe, aqui na LSI tenho falado com pessoas do mundo inteiro!

Créditos: walasiteodito

5. Aprendi a APRECIAR as coisas simples.
Um gato sem dono, reflexos na água, sinais, texturas; Eu aprendi a apreciar todas essas coisas. Acho que isso está conectado com ser observador; ser apreciador das coisas simples também ajuda você a ser mais feliz. Pra mim, essas coisas simples são o que fazem o esse mundo bonito.

Créditos: walasiteodito

6. Me tornei mais ABERTO A COISAS NOVAS.
Uma das coisas novas que tentei comer foi pernas de sapo. Alguns dos membros da SR amam fotografar e comer em Binondo (China Town) e uma vez eles me levaram para esse lugar chamado “Estero” onde pedimos pernas de sapo: nunca pensei que tivesse um gosto bom. Tentando novas coisas, não só no âmbito fotográfico, mas na vida real também, é muito importante. Isto tem se tornado meu princípio: eu vou vivo algo só uma vez, assim eu tentarei todas as coisas que eu quiser tentar.

Créditos: walasiteodito

7. Aprendi a POUPAR.
Eu aprendi a poupar dinheiro e não gastar muito com coisas imprestáveis. Aprendi isso não apenas pra comprar filmes e câmeras, mas também pra viajar. Comecei a realmente gostar de viajar, ir à lugares que nunca estive e se aventurar com quem quer que seja. Sinto que isso é uma obrigação pra mim estar pronto para ir para todos os lugares maravilhosos desse planeta.

Créditos: walasiteodito

Essas foram as 7 mudanças analógicas em minha vida. Você tem alguma mudança assim na sua vida também? Ficarei certamente feliz em ouvir!

escrito por walasiteodito no dia 2012-05-25 em #lifestyle #lomo #analogo #apreciar #vida-analogica #walasiteodito #vda #mudancas #paciente #observador #coisas-simples
traduzido por ilikephoto

2 Comentários

  1. denha_macedo
    denha_macedo ·

    Não é mágico como a fotografia analógica muda a vida das pessoas? cada um de uma forma diferente, mas nunca somos os mesmos depois de embarcar nesse mundo granulado :)

  2. lilianborges
    lilianborges ·

    Comigo aconteceu o mesmo e eu descobri a Lomografia no intercambio que estou fazendo na Europa, a lomografia deixou a vida mais colorida, mas intensa, mais concreta... Viver em estilo analógico é incrível. Lindo artigo, lindas fotos.

Mais Artigos Interessantes

  • Lomo In-Depth: Porque o Filme está fazendo um Retorno

    escrito por Ciel Hernandez no dia 2016-10-11 em #cultura
    Lomo In-Depth: Porque o Filme está fazendo um Retorno

    Quando o novo milênio chegou, a mudança do filme para cartões SD drasticamente mudaram o cenário da indústria fotográfica e do mundo da arte. Depois de uma década e meia, em um aumento no número de pessoas voltando a usar o meio analógico.

    2016-10-11
  • Tender Blue por Pak Ning com a Daguerreotype Achromat 2.9/64 Art Lens

    escrito por phyllistc no dia 2017-01-10 em #pessoas
    Tender Blue por Pak Ning com a Daguerreotype Achromat 2.9/64 Art Lens

    Pak Ning é um fotógrafo de retratos de Hong Kong. Desta vez, ele fotografou com a Daguerreotype Achromat 2.9/64 Art Lens com o tema de expressar a onda do azul sensível através de gestos diferentes.

  • Apresentando a Nova Lomo’Instant Murano

    escrito por Lomography no dia 2017-01-10 em #equipamento #novidades
    Apresentando a Nova Lomo’Instant Murano

    A mais recente Lomo'Instant nos faz sonhar com passeios românticos de gondola, passando casas coloridas pelos canais venezianos. Compartilhe o amor com a Lomo’Instant Murano!

  • Novidades do Shop

    Apresentando a Lomo'Instant Honolulu Edition

    Apresentando a Lomo'Instant Honolulu Edition

    Apresentando a adição mais legal para a nossa família criativa da fotografia instantânea—a Lomo'Instant Honolulu Edition ! Com a aparência super fresh com a sua paleta de cores limpas e seus detalhes de impressão de palmeiras, a nossa inspiração instantânea mais recente te leva para a cidade descontraída de Honolulu, Havaí. A brisa salgada do oceano, tiki bares exóticos, danças de hula atraentes e belas palmeiras, tudo esperando a sua criatividade ensolarada. Passe na nossa Loja Online ou em uma das nossas Lojas de Galeria em todo o mundo para obter a sua hoje!

  • Capturando o Momento Certo: Uma Entrevista com Sasha Guseynova

    escrito por Ivana Džamić no dia 2016-12-20 em #pessoas
    Capturando o Momento Certo: Uma Entrevista com Sasha Guseynova

    Nós tivemos a honra de ater um papo com Sasha Guseynova, uma jovem fotógrafa de Moscou, cujo lindo trabalho se trata de capturar a beleza do momento. Ela começou a explorar o mundo da fotografia sete anos atrás e desde então ela é incrível para capturar emoções. Nesta entrevista, Sasha compartilha o que ela pensa de beleza e revela porque todos os bons retratos são baseados em confiança.

  • Acontecimentos em Filme: A Urgência dos Refugiados em Como

    escrito por sirio174 no dia 2016-12-15 em #cultura #pessoas #lugares
    Acontecimentos em Filme: A Urgência dos Refugiados em Como

    Neste artigo eu vou mostrar uma emergência séria na minha cidade Como, pero ta borda Suíça. a chegada de centenas de refugiados e migrantes da África e do oriente Médio, dos seu primeiro acampamento perto da estação de trem até a acomodação final em um lugar melhor.

  • LomoAmigo: Burçin Esin

    escrito por merveengin no dia 2016-12-15 em #pessoas
    LomoAmigo: Burçin Esin

    Fotógrafo, cineasta e músico Burçin Esin capturou as suas viagens recentes com a LC-A +. Continue lendo para dar uma olhada nas suas fotos que lembram cenas de filmes em Istanbul, Budapeste e Bratislava e para conhecer Burçin um pouco melhor.

  • Novidades do Shop

    Direto de Milão

    Direto de Milão

    Chegou alguém novo na cidade e há rumores de que ela é a solução sartorial aos seus desejos de fotografia instantânea. A nova Lomo’Instant Milano chegou! Seja corajoso, seja alto! A Milano Edition vem com um novo visual que certamente vai virar cabeças quando você tirar aqueles adoráveis snaps de tamanho de carteira . Canalize sua fashionista interior e comece a fotografar com esta nova adição à família crescente da Lomo'Instant. Pegue uma no Online Shop agora!

  • Sair Por Aí: Estudando Espaços Urbanos

    escrito por lomographymagazine no dia 2016-12-13 em #cultura
    Sair Por Aí: Estudando Espaços Urbanos

    Tem tanta coisa acontecendo, mesmo em espaços urbanos apertados. Aqui está o que você vê nas ruas da cidade.

  • Escapadelas Criativas Durante As Férias

    escrito por lomographymagazine no dia 2016-12-06 em #novidades
    Escapadelas Criativas Durante As Férias

    Não importa se você gosta mais do verão ou do inverno, você provavelmente já está impaciente, querendo entrar nas férias e passar uns dias sem ter que se preocupar com qualquer coisa.

  • Cinco Modos de Aproveitar as suas Férias

    escrito por lomographymagazine no dia 2016-12-01 em #novidades
    Cinco Modos de Aproveitar as suas Férias

    É aquela véspera do ano, onde quase já se pode ouvir o feriado batendo na porta. Mesmo que feriados normalmente estão aqui para dá uma pausa do seu trabalho das *9* as *5*, não tem nenhum motivo para não permitir a você uma quantidade saudável de preguiça e mesmo assim fazer umas coisas legais e criativas...

  • Novidades do Shop

    O Bazar da Lomography

    O Bazar da Lomography

    Estamos sempre indo longe a busca, procuramos meticulosamente, caçamos e escolhemos às mãos, uns dos equipamentos mais experimental e alternativo por aí – e agora nós temos todos reunidos em uma categoria de loja fácil de navegar, prontos para a colheita! No Lomo-Bazar, você também pode fazer parte do nosso processo de recolha e coleção de novos produtos frescos, tesouros raros e criações de crowd-fundings para vender na loja – afinal, é tudo para você! "Entre em contato com a gente":https://docs.google.com/a/lomography.com/forms/d/13Tvg6uZN_4myQZYdHLhRjeQbdJ3po5dn_SQW3CYoy9E/viewform?c=0&w=1 para compartilhar as suas sugestões para produtos incríveis – vá em frente, estamos ouvindo!

  • Cenas de um Inverno Encantado

    escrito por lomographymagazine no dia 2016-12-01 em #cultura #lugares
    Cenas de um Inverno Encantado

    Para que esta estação seja alegre! Se prepare para passear pelas nevascas e viver os dias de inverno como em um globo de neve.

  • La Ville Lumière: Pierre-Louis Ferrer's "Invisible Paris"

    escrito por Ciel Hernandez no dia 2016-11-29 em #cultura #lugares
    La Ville Lumière: Pierre-Louis Ferrer's "Invisible Paris"

    Paris – a cidade da luz, a capital dos cultos em artes e ciência. Uma cidade rica em história, continuamente sendo um dos destinos favoritos de viajantes. Mas o fotógrafo residente francês *Pierre-Louis Ferrer* pintou a sua cidade nata em uma luz diferente – literalmente.

  • A Cena Perfeita: Uma Entrevista com Bobby Vu

    escrito por Ivana Džamić no dia 2016-11-29 em #pessoas
    A Cena Perfeita: Uma Entrevista com Bobby Vu

    Bobby Vu é um diretor e fotógrafo de Los Angeles que compartilha a sua paixão pela fotografia e pelo cinema. Ele ficou famoso pelas suas curtas-metragens e por isso é claro que as suas fotos nos lembram daquelas cenas mágicas dos filmes dos anos 80.