Como modificar o foco da Holga CFN 120 para uma aproximação de menos de um metro?

As vezes o assunto a ser fotografado somente com a Holga pode sair do jeito que a gente quer; pensando nisso, estudei a possibilidade de usar a Holga para tirar fotos de bem perto. Assim fiz uma modificação especifica de modo que a objetiva da Holga avançasse um pouco mais na rosca da base da câmera. Com essa modificação você pode tirar fotos de pessoas e de coisas bem próximas: 20 cm a 30 cm de distância. O caminho não é tão longo. Basta ter algum conhecimento de como abrir e fechar uma câmera de plástico, ou simplesmente ter coragem – como se sabe a Holga é suscetível de várias modificações.

Tire a tampa do fundo da lente e aquela máscara que determina o tamanho da foto. A frente há dois parafusos que sustentam a base onde está rosqueada a objetiva da câmera – é subindo e descendo pelos sulcos da base, como uma porca em um parafuso, que a lente espande e diminui seu foco para o motivo a ser fotografado de perto ou de longe, ao infinito.

Há um outro parafuso que serve como barreira para a câmera não sair. No fundo da objetiva há duas paredinhas que determina o limite até onde a objetiva vai girar e o limite aonde ela vai chegar, avançando ou saindo da base da frente da câmera.

Ao tirar a objetiva (CUIDADO COM ELA E COM A LENTE!) desbastando com um ferro de solta de aparelhos eletrônicos a parte de dentro da paredinha debaixo dentro da objetiva é possível avançar um pouco mais a objetiva na rosca da base da câmera e assim poder tirar fotos de assuntos muito próximos.
Quando você parafusar de novo, vai perceber que o parafuso encontrou um pequeno espaço na paredinha e assim o foco permite fotografar coisas mais de perto. Você teria coragem de fazer essa experiência vintage?

Credits: welliamancio

Observe nas fotos acima que os assuntos mais próximos não perdem a nitidez.

escrito por welliamancio no dia 2012-07-18 em #novidades #holga-cfn-120 #vintage #foco-mais-proximo #modificacoes

Mais Artigos Interessantes

  • Conheca a nossa LomoGuru: roxyvonschlotterstein

    written by lomography on 2015-11-10 in #world #lifestyle
    Conheca a nossa LomoGuru: roxyvonschlotterstein

    Uma paixão profunda se enraizou na sua infância, fotografia serve como uma forma de meditação e um escape criativo para a membro da comunidade na Alemanha roxyvonschlotterstein. Fora uma LomoHome bem ativa, ela se esforça para participar de projetos fotográficos e atividades com seus companheiros lomográficos alemães. Nessa entrevista, ela compartilha mais sobre suas experiencias memoráveis na comunidade, pensamentos sobre fotografar com filme, e um pouquinho sobre o seu nome da LomoHome.

  • Si Mesma para o Mundo: A Fotografia de Leanne Surfleet

    written by lomographymagazine on 2015-11-24 in #people #lifestyle
    Si Mesma para o Mundo: A Fotografia de Leanne Surfleet

    Um autorretrato pode se enraizar em segurança, extrema timidez ou uma explosão alternativa dos dois. Leanne Surfleet passa por essa flutuação quando a câmera é tudo que da pra se ver. A atracão —o que nos diz a respeito— é uma mistura de incerteza e tipo de postura calma. E de vez em quando um pedaço de pele que é mais um mistério do que uma revelação completa. Até os retratos que Sufleet faz de outras pessoas tem o mesmo convite sussurrado, como se fosse para dizer que perguntas são bem-vindas. Daí nós tomamos a nossa sugestão.

  • Um Segredo do Cosmos: Lançando o Mais Novo Produto da Lomography

    written by Lomography on 2016-01-19 in #gear #news
    Um Segredo do Cosmos: Lançando o Mais Novo Produto da Lomography

    Psssiu! Nós temos matéria secreta nas nossas mãos, e está chegando à velocidade da luz! Nós estamos sendo tão misteriosos quanto o Cosmos sobre o nosso novo produto que não é desse mundo, constantemente em órbita sobre a nossa grande revelação. Mas a eclipse passará e logo logo as estrelas irão se alinhar. Até lá, tem que ter algumas perguntas flutuando no universo, certo? Bem, não precisa olhar para as estrelas para encontrar a sua resposta! Fique no mesmo comprimento de onda que a Lomography, e se segure enquanto nós vamos com hyperdrive. Deixe a sua imaginação livre como um foguete e veja se você consegue decifrar as nossas pistas sobrenaturais!

  • Longas Exposições pela Europa com a Minitar-1 Art Lens

    written by antoniocastello on 2015-12-10 in #gear #lifestyle #locations #reviews
    Longas Exposições pela Europa com a Minitar-1 Art Lens

    Uma das coisas que eu mais gosto na Minitar-1 Art é como nítido o foco pode ser quando você tira fotos com uma pequena abertura. Se você gosta de fotografar a noite, pega um tripé, adicione isso a uma tarde escura de inverno e você vai acabar com um monte de exposições lindas. Foi isso que eu fiz na minha última viajem à Europa.

  • Manchas Coloridas: Gráficas Pinhole

    written by lomography on 2015-10-08 in #gear #lifestyle
    Manchas Coloridas: Gráficas Pinhole

    A fotografia pinhole, faz mas do que você pensa. A usuário da câmera se torna o construtor da câmera. E com um grande IQ de câmeras, o fotógrafo pode até atravessar o território da pintura.

  • Lomo’Instant Wide Dica No. 1 - Começando

    written by Lomography on 2015-10-13 in #gear #tipster
    Lomo’Instant Wide Dica No. 1 - Começando

    A beleza das câmeras instantâneas, é que você pode deixar o seu lado espontâneo enlouquecer e a Lomo'Instant Wide te dá exatamente essa oportunidade, de experimentar com um monte de métodos de fotografar!

  • Cinco Filmes para Pouca Luz

    written by lomographymagazine on 2015-11-27 in #gear #tipster
    Cinco Filmes para Pouca Luz

    Como muitos de vocês já sabem, fotografar com condições de pouca luz, require mais do que uma mão calma (ou um tripé) se você está querendo resultados excelentes. Você também tem que ter o equipamento certo, e isso, é claro, inclui o filme. Nesse post, nós listamos cinco filmes rápidos que são perfeitos para essas situações.

  • Andrew Yung, Folhas Vermelhas e a Lente Petzval no Japão

    written by kasim-lks on 2016-02-02 in #people #lomoamigos
    Andrew Yung, Folhas Vermelhas e a Lente Petzval no Japão

    Membro da AllionZ, Andrew Yung ama explorar as montanhas com seus amigos. Como um mochileiro, ele já viajou para 53 países. Ele levou a lente Petzval 85 para o Japão e fotografou cenas apimentadas com folhas da cor de pimentões.

  • Petzval Amigo: Andrea Russo

    written by Lomography London on 2016-01-15 in #world #lomoamigos
    Petzval Amigo: Andrea Russo

    Andrej Russkovskij, também conhecida como Andrea Russo é uma fotógrafa ávida e membro ativa da comunidade que adora retratos, fazendo dele o Petzval Amigo quintessencial. Ele recentemente testou a Petzval 85 Art Lens com filmes diferentes, com eles preto e branco, Velvia 50, Kodak Elitechrome e Fuji Superia 200.

  • Primeiras Impressões da New Jupiter 3+ Art Lens: Kieko

    written by Lomography on 2016-02-03 in #gear #lifestyle #reviews
    Primeiras Impressões da New Jupiter 3+ Art Lens: Kieko

    Aqui está o bate-papo com Kieko, uma fotógrafa feliz de Tóquio. Ela fala da sua experiencia com a New Jupiter 3+ Art Lens e compartilha algumas das suas fotos.

  • A Beleza duradoura das Lanchonetes Americanas

    written by Lorraine Healy on 2015-12-16 in #world #locations
    A Beleza duradoura das Lanchonetes Americanas

    Uma escritora e fotógrafa argentina, morando no Noroeste Pacífico (dos Estados Unidos), Lorraine Healy, é á muito tempo fã de câmeras de plástico e é a escritora do livro "Tricks With A Plastic Wonder" ("Truques com um Milagre de Plástico), um manual para alcançar resultados melhores com a Holga, disponível como um eBook do Amazon.com. Nesse artigo, Healy compartilha seu amor pelas lanchonetes vintage americanas (Diners) e os vários anos fotografando elas.

  • A Lógica de Katherine April, Reflexões sobre 'Finding Katherine April'

    written by Julien Matabuena on 2015-12-04 in #people #news #lifestyle
    A Lógica de Katherine April, Reflexões sobre 'Finding Katherine April'

    "Finding Katherine April" é um projeto em andamento de instalações fotográficas de Katherine April, que envolve ela espalhando autorretratos pelo centro da cidade de Cambridge. Depois de uns meses com o projeto já em andamento, Lomography fala com a artista visual e escritora de Cambridge e Londres sobre a sua ideia por trás do projeto como a recepção pública e suas reflexões pessoais sobre ele.