Como construir um projeto fotográfico

2012-09-07 1

Uma coisa muito legal de se fazer em fotografia, e acho que mais legal ainda na analógica, é construir um projeto fotográfico. Projetos são simplesmente temas, que podem ou não ser acompanhados por características específicas. Tipo “fotos de seguranças de loja” ou “fotos de seguranças de lojas de luxo”.

Definindo o conceito:
Em relação à estética, tudo já foi produzido. Tente imaginar o tamanho do banco de dados do Flickr e do 500px e comprove essa teoria. Quer uma foto de papel higiênico? Tem lá! O que muda é a ligação e a interpretação de quem cria para com o que foi criado. Na fotografia autoral, essa é a parte que define os rumos do trabalho. É o significado que a fotografia tem para o fotógrafo, que é particular e indescritível. Às vezes, um projeto se expressa de diferentes maneiras sobre as pessoas, mesmo que, para o fotógrafo, a interpretação seja outra. Esse é o mal ao qual o artista precisa se submeter, a não ser que mantenha toda a sua produção guardada na gaveta.

Foto: Henrique Resende

Liberdade:
Felizmente, a fotografia autoral dá liberdade para que se produza o que vier na cabeça. “A fotografia é minha e, por isso, eu faço dela o que quiser.” Mas é importante, também, ter consciência do que se está fazendo. Um princípio artístico (visual ou narrativo) só pode ser defendido quando o artista souber que ele existe, aceitar essa existência e assumi-la como estilo pessoal.

Foto: Francine de Mattos

Fator tempo:
Na execução de um projeto fotográfico, o tempo exerce duas funções: a do amadurecimento do conceito e, consequentemente, de quem o criou (raras vezes permanecemos fiéis à ideia inicial); e da modificação dos assuntos fotografados. Nunca crie nada em pouco tempo ou com pouco tempo.

O mais comum dos projetos fotográficos é o 365, uma fotografia por dia durante um ano. Nesses casos, compare a qualidade (luz, composição, criação) das primeiras fotografias com as últimas. Muitos desses projetos envolvem autorretratos; tente observar também como a aparência do retratado muda.

365 de hannah * honey & jam
365 de La Pomme de Portland

Divulgação:
Nunca crie nada objetivando alcançar um público muito grande ou específico. Infelizmente, na maioria dos casos, o alcance do projeto tem a ver com o status que o fotógrafo já possuía antes. É importante divulgar? Sim. Mas não se esqueça: Fotografe, antes, por satisfação própria, e não para mostrar aos outros o quê você fez. Deixe o projeto em banho-maria até que você esteja certo sobre ele.

Todas as informações nesse artigos foram retiradas de Fotografe uma Ideia e Queimando Filme

escrito por belaf no dia 2012-09-07 em #lifestyle #diy #fotografia #analogue-lifestyle #projeto-fotografico #projeto-365

Um Comentário

  1. surlefil
    surlefil ·

    Sem contar que é muito importante por ele no papel também, toda descrição e intenção que você teve com aquele projeto, como se fosse um texto de curadoria de exposição, e também é importante registrar o sue projeto, vai que alguém copia, nunca se sabe.

Mais Artigos Interessantes