Ainda Não Me Cansei

Não quero insistir, mas a destruição é viciante. Se quer saBer como fiz para destruir um filme quase que completamente, continue lendo.

Credits: cohetesnaranjas

Antes, tentava evitar destruir filmes, pois pensava que poderia haver alguma foto boa, mas, agora, já perdi esse critério.

E vou falar mais: o processo bastante parecido com o que tenho feito em outras ocasiões. Consiste em:

1.Terminar o filme.
2. Rebobiná-lo, deixando que reste apenas uma pequena parte do negativo (sem colocá-lo todo lá dentro).
3. Entrar em um quarto escuro com água, um secador e um potinho preto (como os que se usam para colocar negativo).
4. Retirar todo o negativo e manchá-lo sem mergulhá-lo, com um spray ou com um pincel com Topionic
5. Lavá-lo e secá-lo (no escuro!).
6. Colocar o filme sem o carretel dentro do potinho preto.
7. Dirigir-se a um laboratório e deixar que o destino faça seu trabalho!

Credits: cohetesnaranjas

Na realidade, o que eu queria era ambientar o show de Linn Youki, mas só consegui salvar uma foto.

Credits: cohetesnaranjas

Essa destruição é viciante, mas pode acabar por arruinar seu filme também!

escrito por cohetesnaranjas no dia 2012-09-12 em #equipamento #tipster #film-destroyer #pelicula #tipster #trucos #analogico-mola-mas #rata-de-laboratorio #lab-rat
traduzido por arrebol

Mais Artigos Interessantes

  • Um Segredo do Cosmos: Lançando o Mais Novo Produto da Lomography

    written by Lomography on 2016-01-19 in #gear #news
    Um Segredo do Cosmos: Lançando o Mais Novo Produto da Lomography

    Psssiu! Nós temos matéria secreta nas nossas mãos, e está chegando à velocidade da luz! Nós estamos sendo tão misteriosos quanto o Cosmos sobre o nosso novo produto que não é desse mundo, constantemente em órbita sobre a nossa grande revelação. Mas a eclipse passará e logo logo as estrelas irão se alinhar. Até lá, tem que ter algumas perguntas flutuando no universo, certo? Bem, não precisa olhar para as estrelas para encontrar a sua resposta! Fique no mesmo comprimento de onda que a Lomography, e se segure enquanto nós vamos com hyperdrive. Deixe a sua imaginação livre como um foguete e veja se você consegue decifrar as nossas pistas sobrenaturais!

  • O Salvador do Filme: O Clube do Analógico

    written by michellymatias on 2015-11-30 in #people #locations #videos
    O Salvador do Filme: O Clube do Analógico

    Ai, como seria bom ter um espaço para conhecer outros entusiastas, um espaço para poder praticar o processo analógico, participar de projetos e oficinas... Péra aí - esse lugar existe! Para todos os fãs do analógico, membros da comunidade Lomográfica e curiosos morando em São Paulo: um clube chegou para reforçar e conectar os amantes desse processo magnifico que é o analógico. Quem ainda não ouviu falar – nesse artigo resumimos um pouco sobre quem eles são e o que eles fazem.

  • Uma Redação em Vídeo Sobre Porque Nós Tiramos Fotos

    escrito por lomographymagazine no dia 2016-02-09 em #mundo #estilo de vida #vídeos
    Uma Redação em Vídeo Sobre Porque Nós Tiramos Fotos

    Uma maravilha como uma câmera, algo que vai entre o fotógrafo e um sujeito, não forma barreira, mas uma maneira de se conectar. Joe Aguirre nos leva através dos porquês em um novo filme por Jonas Normann.

  • Cinematógrafo Michal Dabal sobre a Lente Petzval

    written by lomographymagazine on 2016-01-11 in #people #lifestyle #videos
    Cinematógrafo Michal Dabal sobre a Lente Petzval

    Aqui está o que acontece antes de nós entrevistarmos um fotógrafo. Nós falamos sobre o seu trabalho, mesmo que temos que saber quais câmeras e processos estão por trás da brilhante composição ou da arquitetura de luz. E mesmo quando eles não usaram uma câmera da Lomo, nós os apresentamos de qualquer jeito. Mas de vez em quando, chega um profissional que usa uma das nossas lentes inéditas no trabalho e as nossas câmeras divertidas fora do trabalho. Isso nos deixa muito feliz, ainda mais quando as suas imagens são boas e merecem ser compartilhadas. Nos contamos o trabalho do cinematógrafo Michal Dabal entre um desses.

  • A fotografia de Réka Koti: Borrões Lo-Fi e Atmosferas nevoentas

    written by K. Aquino on 2015-10-05 in #people #lifestyle
    A fotografia de Réka Koti: Borrões Lo-Fi e Atmosferas nevoentas

    Fotos de viagens muitas vezes são ágeis, as formas são definidas e as cores afiadas. Réka Koti tem uma interpretação completamente diferente. Um lugar é uma base para experimentos. A natureza é um detalhe duplo exposto ou uma nublina do vestido da sua modelo. Galhos e folhas se borram para parecer pinceladas. O resultado é misterioso e a Lomografia não resiste a pergunta: Qual é a alquimia atrás dessas fotos sombrias?

  • Longas Exposições pela Europa com a Minitar-1 Art Lens

    written by antoniocastello on 2015-12-10 in #gear #lifestyle #locations #reviews
    Longas Exposições pela Europa com a Minitar-1 Art Lens

    Uma das coisas que eu mais gosto na Minitar-1 Art é como nítido o foco pode ser quando você tira fotos com uma pequena abertura. Se você gosta de fotografar a noite, pega um tripé, adicione isso a uma tarde escura de inverno e você vai acabar com um monte de exposições lindas. Foi isso que eu fiz na minha última viajem à Europa.

  • A Chamada da Lomo’Instant Wide "Compartilhe a Novidade"

    written by Lomography on 2015-10-21 in #gear #competitions #videos
    A Chamada da Lomo’Instant Wide "Compartilhe a Novidade"

    Se você passou a ultima semana em Neptuno (pera aí, como é que você chegou lá?) você talvez não tenha ouvido falar – A nova Lomo’Instant Wide chegou! Pré-encomendas estão no ar para a câmera instantânea e sistema de lentes mais criativos do mundo e nós decidimos lançar uma competição para deixar tudo um pouco mais interessante e divertido.

  • A Estética da Nova Russar+: Cinco Dicas para Tirar Fotos

    written by lomography on 2015-10-24 in #gear #tipster
    A Estética da Nova Russar+: Cinco Dicas para Tirar Fotos

    Com qualidade e características excepcionais, a nova Russar+ realmente é um pedaço de equipamento fotográfico fino. Aí só é certo, tirar as melhores fotos com essa lente. Dito isso, aqui estão algumas dicas para te ajudar não só achar sujeitos apropriados, mas também como enquadrar e capturar eles decentemente.

  • Cinco Filmes para Pouca Luz

    written by lomographymagazine on 2015-11-27 in #gear #tipster
    Cinco Filmes para Pouca Luz

    Como muitos de vocês já sabem, fotografar com condições de pouca luz, require mais do que uma mão calma (ou um tripé) se você está querendo resultados excelentes. Você também tem que ter o equipamento certo, e isso, é claro, inclui o filme. Nesse post, nós listamos cinco filmes rápidos que são perfeitos para essas situações.

  • Brinquedos para Ilusões Óticas e Filmes Cinematográficos: A Origem da Realização de Filmes

    written by lomographymagazine on 2015-11-16 in #world #lifestyle #videos
    Brinquedos para Ilusões Óticas e Filmes Cinematográficos: A Origem da Realização de Filmes

    O que faz um filme interessante? Hoje, as respostas variam dependendo do individual - a história, cinematografia, pontuação do filme, produção de design e assim vai. Mas no começo do cinema, movimento era a única coisa necessária para cativar a audiência.

  • Blue for Hue: Visão de Dia e Noite com o Filme Kono! Donau

    written by Lomography on 2015-10-22 in #gear #news
    Blue for Hue: Visão de Dia e Noite com o Filme Kono! Donau

    Nem todas as fotos foram feitas para ser vistas em cores vibrantes e saturadas, e nem sempre elas são feitas para o preto e branco. A Lomografia dá as boas-vindas para um novo filme da KONO! O filme reanimado. Sem diminuir o valor estético das imagens, o filme KONO! Donau 35mm lança um tom azul distinto para as fotos. É um filme de ultra-baixo ISO que se usa principalmente para longas exposições. Dê uma olhada nessa seleção colorida de imagens.

  • Khalik Allah: A Auréola na Escuridão da Noite

    written by jennifer_pos on 2015-10-25 in #people #lifestyle #videos
    Khalik Allah: A Auréola na Escuridão da Noite

    Ele se chama de Khalik Allah - um criador, um ser eterno e sem limites. Ele documenta a vida como ela vem e vai, como ela machuca, como ela brilha dentro dos protagonistas de suas histórias. Sua fotografia e videografia nos leva para a profundidade nas noites sem fim de Harlem, um lugar onde a escuridão parece alcançar seu pico. Mesmo assim, ele captura luz da forma mais pura, nos lembrando que está dentro dos nossos olhos, em cada um de nós.