Ainda Não Me Cansei

2012-09-12

Não quero insistir, mas a destruição é viciante. Se quer saBer como fiz para destruir um filme quase que completamente, continue lendo.

Créditos: cohetesnaranjas

Antes, tentava evitar destruir filmes, pois pensava que poderia haver alguma foto boa, mas, agora, já perdi esse critério.

E vou falar mais: o processo bastante parecido com o que tenho feito em outras ocasiões. Consiste em:

1.Terminar o filme.
2. Rebobiná-lo, deixando que reste apenas uma pequena parte do negativo (sem colocá-lo todo lá dentro).
3. Entrar em um quarto escuro com água, um secador e um potinho preto (como os que se usam para colocar negativo).
4. Retirar todo o negativo e manchá-lo sem mergulhá-lo, com um spray ou com um pincel com Topionic
5. Lavá-lo e secá-lo (no escuro!).
6. Colocar o filme sem o carretel dentro do potinho preto.
7. Dirigir-se a um laboratório e deixar que o destino faça seu trabalho!

Créditos: cohetesnaranjas

Na realidade, o que eu queria era ambientar o show de Linn Youki, mas só consegui salvar uma foto.

Créditos: cohetesnaranjas

Essa destruição é viciante, mas pode acabar por arruinar seu filme também!

escrito por cohetesnaranjas no dia 2012-09-12 em #gear #tutorials #lab-rat #film-destroyer #tipster #trucos #analogico-mola-mas #rata-de-laboratorio #pelicula
traduzido por arrebol

Mais Artigos Interessantes