Revelando x-pro (processo cruzado) mais barato

8

Como revelar slides em C-41 sem ter que pagar mais caro que uma revelação de negativo comum

Quem já tentou revelar filme slide em processo cruzado (x-pro lá na gringa) sabe a dor de cabeça que pode ser.

Primeiro, explicando: processo cruzado é revelar um filme slide (ou cromo) na química do filme negativo. O slide é revelado em E6, e o filme negativo é revelado em C-41. Se revelamos um slide em C-41, o resultado é maravilhoso, as cores ficam alteradas, mais vivas, mais colorido, a cara da lomografia.

Uma maneira boa de revelar x-pro é nos laboratórios menores. Em geral, eles não revelam E6, e as vezes não aceitam slides, nem para revelar em C-41. Mas se você conversar com o técnico do laboratório, explicar que tem noção do que está fazendo e não vai processar o laboratório por ter destruido seu filme revelando na química errada, eles topam fazer, e cobram o preço de revelação de negativo, que, no lab perto de casa custa R$ 2,40. Atenção: as vezes é bom pedir para não cortarem seu negativo, se você usou 35mm numa câmera de médio formato por exemplo, pois as fotos ficam mais panorâmicas, e cortar o negativo em tiras pode acabar com alguma foto =(

Outra maneira é “enganar” o laboratório. Nos laboratórios profissionais, mais sabidos, eles cobram mais caro pra revelar slide em C-41. Já vi chegar a R$ 9,00, o triplo do preço da revelação de negativo. Mas os laboratórios profissionais são melhores, então vale a pena fazer um truque para não ter que pagar tanto a mais pelo serviço. Você pega um canister (a casinha do filme, de metal, onde vem escrito a ASA e o processo de revelação) de um negativo normal, da mesma ASA do seu slide (se você pedir em qualquer lab eles dão casinhas vazias), e passa o filme da casinha original (do slide) para a casinha falsa (de negativo). É só colar a ponta do slide na ponta que fica para fora do canister vazio, e rebobinar com o dedo mesmo. ATENÇÃO: é IMPRENSCINDÍVEL fazer isso num quarto escuro, ideal para manuseio de filmes não revelados (ou pelo menos embaixo do cobertor, bem protegido da luz), se não o filme vai queimar. Aí você manda revelar no laboratório pró, os caras vão achar que é um negativo normal, revelar em C-41, vão cobrar apenas R$ 3,00, e você terá um x-pro lindo em mãos por 1/3 do preço de tabela.

escrito por pauladavies no dia 2010-02-24 em #equipamento #tipster #processo-cruzado #cromo #cores #slide #revelacao #negativo #x-pro

%{comentários} Comentários

  1. modernyoung
    modernyoung ·

    ótima idéia, a de trocar as bobinas.. mas pros novatinhos [como eu], por enquanto, é melhor pagar o triplo, vai...

  2. philippe_machado
    philippe_machado ·

    A primeira ideia de convencer o cara do lab é bem mais bacana...
    A segunda, como toda mentira, tem perna curta. Quando o cara perceber o que voce fez vai ficar puto!
    Existe uma teoria que a quimica presente no filme cromo danifica o quimico de revelação.do C-41, por isso quase nenhum lab faz o processo cruzado.
    Quando voce avisa que é cromo ele pode deixar para processar o filme antes da recarga dos quimicos minimizando o problema.
    Acreditem, pior do que um laboratorista ruim é um laboratorista com raiva!
    Boas fotos!!!

  3. belotto
    belotto ·

    cara, q rolo! ao menos aqui na minha cidade eu mando revelar e pronto, não preciso enganar ninguém e nem trocar de bobina... hahahahaha! boa sorte prá quem for tentar tirar o filme da bobina antes de revelar!

  4. codevilla
    codevilla ·

    é oportunismo demais um lab cobrar a mais para tal.
    questão é encontrar um lab sério e confiável e adotá-lo.

  5. clonazepam5mg
    clonazepam5mg ·

    mas o filme de slide é completamente diferente do negativo. no momento da revelação o técnico com certeza repararia que o filme não é comum e sim de slide.. não?

  6. ayslin1
    ayslin1 ·

    Olá!

    comprei uma Diana F+ e alguns rolos de filme : sou totalmente novata nisso

    Lomography X-Pro Slide 200 35mm
    Lomography Color Negative 400 35mm
    Klick Max 200 35mm Expired (vencido)

    qual o melhor tipo de revelação para cada um deles? (Xpro) ? como sei o que dara as melhores cores (mais vivas por exemplo) ?

    Em são Paulo, voce indica algum laboratório?

    grata

  7. fiore02
    fiore02 ·

    oie ainda sou nova na fotografia,tenho mt a aprender...uma duvida cruel comprei 2 filmes um fujicolor 200 e outro kodak color plus 200,tem cm revlar pelo Xpro???

Mais Artigos Interessantes

  • Si Mesma para o Mundo: A Fotografia de Leanne Surfleet

    escrito por lomographymagazine no dia 2015-11-24 em #pessoas #estilo de vida
    Si Mesma para o Mundo: A Fotografia de Leanne Surfleet

    Um autorretrato pode se enraizar em segurança, extrema timidez ou uma explosão alternativa dos dois. Leanne Surfleet passa por essa flutuação quando a câmera é tudo que da pra se ver. A atracão —o que nos diz a respeito— é uma mistura de incerteza e tipo de postura calma. E de vez em quando um pedaço de pele que é mais um mistério do que uma revelação completa. Até os retratos que Sufleet faz de outras pessoas tem o mesmo convite sussurrado, como se fosse para dizer que perguntas são bem-vindas. Daí nós tomamos a nossa sugestão.

  • O Salvador do Filme: O Clube do Analógico

    escrito por michellymatias no dia 2015-11-30 em #pessoas #locais #vídeos
    O Salvador do Filme: O Clube do Analógico

    Ai, como seria bom ter um espaço para conhecer outros entusiastas, um espaço para poder praticar o processo analógico, participar de projetos e oficinas... Péra aí - esse lugar existe! Para todos os fãs do analógico, membros da comunidade Lomográfica e curiosos morando em São Paulo: um clube chegou para reforçar e conectar os amantes desse processo magnifico que é o analógico. Quem ainda não ouviu falar – nesse artigo resumimos um pouco sobre quem eles são e o que eles fazem.

  • Khalik Allah: A Auréola na Escuridão da Noite

    escrito por jennifer_pos no dia 2015-10-25 em #pessoas #estilo de vida #vídeos
    Khalik Allah: A Auréola na Escuridão da Noite

    Ele se chama de Khalik Allah - um criador, um ser eterno e sem limites. Ele documenta a vida como ela vem e vai, como ela machuca, como ela brilha dentro dos protagonistas de suas histórias. Sua fotografia e videografia nos leva para a profundidade nas noites sem fim de Harlem, um lugar onde a escuridão parece alcançar seu pico. Mesmo assim, ele captura luz da forma mais pura, nos lembrando que está dentro dos nossos olhos, em cada um de nós.

  • Histórias de viagem da Vicuna | Burkina Faso: A terra das pessoas honestas

    escrito por vicuna no dia 2015-09-30 em #mundo #estilo de vida
    Histórias de viagem da Vicuna | Burkina Faso: A terra das pessoas honestas

    Quando me perguntam por que eu amo tanto Burkina Faso e o que tem de tão especial, eu respondo sem hesitação: o povo. Tem alguma coisa nesse país que conecta o povo de uma maneira bem forte. Aqui, visitantes de longe são muito bem vindos. E honestamente, eu acho que os retratos que me orgulharam mais e os que eu mais amo, são aqueles feitos em Burkina Faso. "Por quê," você pergunta?

  • Novidades do Shop

    O Bazar da Lomography

    O Bazar da Lomography

    Estamos sempre indo longe a busca, procuramos meticulosamente, caçamos e escolhemos às mãos, uns dos equipamentos mais experimental e alternativo por aí – e agora nós temos todos reunidos em uma categoria de loja fácil de navegar, prontos para a colheita! No Lomo-Bazar, você também pode fazer parte do nosso processo de recolha e coleção de novos produtos frescos, tesouros raros e criações de crowd-fundings para vender na loja – afinal, é tudo para você! "Entre em contato com a gente":https://docs.google.com/a/lomography.com/forms/d/13Tvg6uZN_4myQZYdHLhRjeQbdJ3po5dn_SQW3CYoy9E/viewform?c=0&w=1 para compartilhar as suas sugestões para produtos incríveis – vá em frente, estamos ouvindo!

  • Longas Exposições pela Europa com a Minitar-1 Art Lens

    escrito por antoniocastello no dia 2015-12-10 em #equipamento #estilo de vida #locais #revisão
    Longas Exposições pela Europa com a Minitar-1 Art Lens

    Uma das coisas que eu mais gosto na Minitar-1 Art é como nítido o foco pode ser quando você tira fotos com uma pequena abertura. Se você gosta de fotografar a noite, pega um tripé, adicione isso a uma tarde escura de inverno e você vai acabar com um monte de exposições lindas. Foi isso que eu fiz na minha última viajem à Europa.

  • Um Segredo do Cosmos: Lançando o Mais Novo Produto da Lomography

    escrito por Lomography no dia 2016-01-19 em #equipamento #novidades
    Um Segredo do Cosmos: Lançando o Mais Novo Produto da Lomography

    Psssiu! Nós temos matéria secreta nas nossas mãos, e está chegando à velocidade da luz! Nós estamos sendo tão misteriosos quanto o Cosmos sobre o nosso novo produto que não é desse mundo, constantemente em órbita sobre a nossa grande revelação. Mas a eclipse passará e logo logo as estrelas irão se alinhar. Até lá, tem que ter algumas perguntas flutuando no universo, certo? Bem, não precisa olhar para as estrelas para encontrar a sua resposta! Fique no mesmo comprimento de onda que a Lomography, e se segure enquanto nós vamos com hyperdrive. Deixe a sua imaginação livre como um foguete e veja se você consegue decifrar as nossas pistas sobrenaturais!

  • Cinco Filmes para Pouca Luz

    escrito por lomographymagazine no dia 2015-11-27 em #equipamento #tipster
    Cinco Filmes para Pouca Luz

    Como muitos de vocês já sabem, fotografar com condições de pouca luz, require mais do que uma mão calma (ou um tripé) se você está querendo resultados excelentes. Você também tem que ter o equipamento certo, e isso, é claro, inclui o filme. Nesse post, nós listamos cinco filmes rápidos que são perfeitos para essas situações.

  • Cinematógrafo Michal Dabal sobre a Lente Petzval

    escrito por lomographymagazine no dia 2016-01-11 em #pessoas #estilo de vida #vídeos
    Cinematógrafo Michal Dabal sobre a Lente Petzval

    Aqui está o que acontece antes de nós entrevistarmos um fotógrafo. Nós falamos sobre o seu trabalho, mesmo que temos que saber quais câmeras e processos estão por trás da brilhante composição ou da arquitetura de luz. E mesmo quando eles não usaram uma câmera da Lomo, nós os apresentamos de qualquer jeito. Mas de vez em quando, chega um profissional que usa uma das nossas lentes inéditas no trabalho e as nossas câmeras divertidas fora do trabalho. Isso nos deixa muito feliz, ainda mais quando as suas imagens são boas e merecem ser compartilhadas. Nos contamos o trabalho do cinematógrafo Michal Dabal entre um desses.

  • Novidades do Shop

    Apresentando a Lomo'Instant Honolulu Edition

    Apresentando a Lomo'Instant Honolulu Edition

    Apresentando a adição mais legal para a nossa família criativa da fotografia instantânea—a Lomo'Instant Honolulu Edition ! Com a aparência super fresh com a sua paleta de cores limpas e seus detalhes de impressão de palmeiras, a nossa inspiração instantânea mais recente te leva para a cidade descontraída de Honolulu, Havaí. A brisa salgada do oceano, tiki bares exóticos, danças de hula atraentes e belas palmeiras, tudo esperando a sua criatividade ensolarada. Passe na nossa Loja Online ou em uma das nossas Lojas de Galeria em todo o mundo para obter a sua hoje!

  • Celeste Ortiz: Possibilidades Analógicas

    escrito por lomographymagazine no dia 2015-10-08 em #pessoas #estilo de vida
    Celeste Ortiz: Possibilidades Analógicas

    A fotografia foi descrita como um aparelho que para o tempo, algo que congela uma ação. Esse momento em pausa é o mais silencioso; todo tipo de conversa sobre a foto vai tentar descrever a beleza desse segundo. As fotos de Celeste Ortiz nos deixa pensar em algo diferente. Um senso de continuação.

  • A Chamada da Lomo’Instant Wide "Compartilhe a Novidade"

    escrito por Lomography no dia 2015-10-21 em #equipamento #competições #vídeos
    A Chamada da Lomo’Instant Wide "Compartilhe a Novidade"

    Se você passou a ultima semana em Neptuno (pera aí, como é que você chegou lá?) você talvez não tenha ouvido falar – A nova Lomo’Instant Wide chegou! Pré-encomendas estão no ar para a câmera instantânea e sistema de lentes mais criativos do mundo e nós decidimos lançar uma competição para deixar tudo um pouco mais interessante e divertido.

  • Impressões Clorofilas por Binh Danh: Uma Entrevista

    escrito por lomographymagazine no dia 2016-02-03 em #pessoas #estilo de vida
    Impressões Clorofilas por Binh Danh: Uma Entrevista

    No trabalho de Binh Danh, a arte é o espaço para os sem nomes, serem vistos. Quando a guerra é o tema de cada detalhe conta. Como é que uma pessoa resolve esta questão enorme, onde a morte e o valor de vidas se cruzam? Um trabalho de um homem só se torna em uma tarefa sobre outros homens. E assim por sua série "Immortality: The Remnants of the Vietnam and American War" ele fez cópias de clorofila para expressar a marca indelével da guerra em várias terras. Soldados e leigos, cujos rostos e registros foram arquivados são dadas outra chance de ser lembrado.

  • A Arte de tirar Fotos: Uma entrevista com a Cineasta Catherine Dauphin

    escrito por Lomography no dia 2016-02-22 em #pessoas #estilo de vida #vídeos
    A Arte de tirar Fotos: Uma entrevista com a Cineasta Catherine Dauphin

    No momento da sua criação, a fotografia foi considerada menos uma arte e mais um método científico de reprodução. Mas quem se interessar pela arte vai desconcordar; pois consiste de um talento muito específico no meio fotográfico. Falamos com o cineasta, sediada em Luxemburgo Catherine Dauphin sobre o que ela pensa desta forma de arte maravilhosa. Nos acompanhe pelas suas respostas a algumas das nossas perguntas sobre filme, fotografia e a sua curta-metragem intitulada "The Art of Picture Taking".