Primeiras Impressões da Daguerreotype Achromat 2.9/64 Art Lens: Morgane Stampfer

2016-04-26

Trabalhar para a Lomography selou o amor de Morgane Stampfer pela fotografia. E esta gerente de PR pratica o que ela prega. No seu tempo livre, ela usa câmeras da Lomography para fazer retratos e outras fotos em Paris.

Ela também foi uma das primeiras pessoas a testas a nova lente fantástica da Lomography, a Daguerreotype Achromat.

O que você faz para a Lomography?

Eu trabalho para o escritório francês e assumo o trabalho de PR e Gerente de Marketing Online.

O que o seu trabalho na Lomography te ensinou sobre fotografia?

Não existe limite ou fronteiras na fotografia. Você sempre pode fazer o que você quiser. E o meu trabalho me ensino a não ter medo de fazer erros, porque eu posso encontrar beleza nestes erros. Fotografia é sobre pessoas e sentimentos. Então não seja muito acadêmico porque você vai perder o que é verdadeiro, forte e lindo na fotografia.

Esta lente tem uma história fascinante, então vamos jogar o jogo da associação. O que veio à mente quando você viu a Daguerreotype Art Lens pela primeira vez? O que é especial sobre a construção dela?

Quando eu vi a Daguerreotype Art Lens pela primeira vez, pensei: Eu realmente gosto do acabamento fosco da lente e não posso esperar para testá-la! O peso da lente lhe dá a sensação de ter um pedaço de história em suas mãos. Uma coisa especial? O anel de focagem. Maneira muito diferente para usar a lente, especialmente quando você está acostumado a trabalhar com o botão de focalização do Petzval. Mas o anel faz com que a lente seja mais fácil de usar.

Do que você tirou fotos? Que câmera você usou?

Eu usei a lente com a Sony A7 do escritório. Eu também fiz retratos do meu irmão Dimitri e da Aurore da equipe francesa da Lomo. Eu fiz umas fotos de itens e das ruas de Paris.

A Daguerreotype Art Lens deu um look especial às suas fotos? Nos conte sobre o seu primeiro ensaio.

Primeiro eu estava um pouco confuso quando eu vi minhas primeiras fotos na tela da câmera digital. Eu pensei, “Oh meu Deus, isso é muito estranho.” Eu comecei a pensar fez eu tenho que usar a lente com uma placa de abertura maior ou sem placa. Este é o poder da lente, um borrão muito interessante com qual você precisa se acostumar. Quer dizer, eu sou uma espécie de “maluca por nitidez” e esta pode ser a primeira vez na minha vida que eu desfrutei do foco suave tanto e senti, “Ok, isso realmente não precisa ser muito nítido para contar uma história.” Quando voltei para casa do meu primeiro ensaio e vi as fotos no meu computador, o romance começou. Eu estava muito entusiasmada com a série e o meu irmão também, que agora está acostumado a lentes Lomography. Como modelo, ele me disse que é uma forma muito diferente a ser fotografado e os resultados são muito legais e diferentes de fotos comuns.

A lente é uma continuação da tradição experimental da Lomography. Que efeitos especiais você fez usando a lente?

Eu gosto de seus efeitos criativos e a forma como a lente te coloca em novas situações fotográficas. Você tem que pensar mais sobre a forma como você está fotografando. Na verdade, eu tinha a sensação de que estava fotografando pela primeira vez e eu tive que aprender a fotografar e compor as imagens. É uma maneira muito agradável para sair da sua zona de conforto. Então se você tem a sensação de que já viu tudo, por favor tente a lente, porque é uma espécie de renascer. E não há necessidade de Photoshop para sentir uma mudança de cenário, basta levar a lente em suas mãos e, em seguida, iniciar uma nova aventura, uma nova história.

Em termos dos seus próprios desejos fotográficos, qual é a melhor característica da Daguerreotype Art Lens?

O bokeh e o borrão que ela dá.

No que a Daguerreotype Art Lens se diferencia de outras Lomography Art Lenses?
É mais um pedaço de história que temos em mãos. É uma outra maneira de fazer fotografia. Os efeitos que você pode obter com esta lente são realmente incríveis e únicos. É uma nova jornada no fascinante mundo da fotografia e Lomography!

Por que usar uma lente especial em gênero?
Quando você só quer fazer algo diferente de séries comuns. Uma espécie de viagem ao passado.

E na parte técnica? Que dicas você daria para alguém que for usar a lente pela primeira vez?

Não tenha medo de usar a lente, sem a placa de abertura. E o meu melhor conselho: vai com calma e aproveite o momento. É uma viagem muito agradável para o passado e você será desafiado com certeza.


A Daguerreotype Achromat 2.9 / 64 Art Lens, inspirada por uma estética perdida a muito tempo, apresenta o retorno de fotografias sonhador e etéreas. Aperfeiçoando a essência da primeira ótica fotográfica do mundo, a lente Daguerreótipo Achromat oferece a versatilidade da tecnologia do século 21 com as características eminentes de pinturas do século 19. Esta ótica premium artesanal, com as suas placas únicas de abertura Lumière e Aquarelle, é compatível com as câmeras Canon EF e Nikon F de e permite a ambos, fotografias detalhadas com foco suave de seda e nitidez—ostentando definidos a natureza versátil da Família Lomography Art Lens.

Ouse a sonhar e financie este projeto no Kickstarter para trazer a delicada aura do Romantismo e Impressionismo Francês para imagens do século 21!

escrito por Lomography no dia 2016-04-26 em #novidades #equipamento

Estamos explodindo com excitação para apresentar o nosso mais recente projeto no Kickstarter: a Lomo’Instant Square. Nós estamos falando da primeira câmera instantânea completamente analógica que produz fotos Instax quadradas. Ela vem com uma lente de vidro de 95mm para fotos super nítidas, um modo automático avançado que toma conta da exposição, todas características criativas típicas da Lomography — e um design compacto e dobrável. A Lomo’Instant Square foi lançada no Kickstarter. Venha participar da diversão e nos apoie no Kickstarter para economizar até 35% no preço varejista e ganhe um monte de brindes extras. Aproveite as ofertas antes que elas acabem. Não fique por trás.

Mais Artigos Interessantes