Primeiras Impressões da Daguerreotype Achromat 2.9/64 Art Lens: Morgane Stampfer

2016-04-26

Trabalhar para a Lomography selou o amor de Morgane Stampfer pela fotografia. E esta gerente de PR pratica o que ela prega. No seu tempo livre, ela usa câmeras da Lomography para fazer retratos e outras fotos em Paris.

Ela também foi uma das primeiras pessoas a testas a nova lente fantástica da Lomography, a Daguerreotype Achromat.

O que você faz para a Lomography?

Eu trabalho para o escritório francês e assumo o trabalho de PR e Gerente de Marketing Online.

O que o seu trabalho na Lomography te ensinou sobre fotografia?

Não existe limite ou fronteiras na fotografia. Você sempre pode fazer o que você quiser. E o meu trabalho me ensino a não ter medo de fazer erros, porque eu posso encontrar beleza nestes erros. Fotografia é sobre pessoas e sentimentos. Então não seja muito acadêmico porque você vai perder o que é verdadeiro, forte e lindo na fotografia.

Esta lente tem uma história fascinante, então vamos jogar o jogo da associação. O que veio à mente quando você viu a Daguerreotype Art Lens pela primeira vez? O que é especial sobre a construção dela?

Quando eu vi a Daguerreotype Art Lens pela primeira vez, pensei: Eu realmente gosto do acabamento fosco da lente e não posso esperar para testá-la! O peso da lente lhe dá a sensação de ter um pedaço de história em suas mãos. Uma coisa especial? O anel de focagem. Maneira muito diferente para usar a lente, especialmente quando você está acostumado a trabalhar com o botão de focalização do Petzval. Mas o anel faz com que a lente seja mais fácil de usar.

Do que você tirou fotos? Que câmera você usou?

Eu usei a lente com a Sony A7 do escritório. Eu também fiz retratos do meu irmão Dimitri e da Aurore da equipe francesa da Lomo. Eu fiz umas fotos de itens e das ruas de Paris.

A Daguerreotype Art Lens deu um look especial às suas fotos? Nos conte sobre o seu primeiro ensaio.

Primeiro eu estava um pouco confuso quando eu vi minhas primeiras fotos na tela da câmera digital. Eu pensei, “Oh meu Deus, isso é muito estranho.” Eu comecei a pensar fez eu tenho que usar a lente com uma placa de abertura maior ou sem placa. Este é o poder da lente, um borrão muito interessante com qual você precisa se acostumar. Quer dizer, eu sou uma espécie de “maluca por nitidez” e esta pode ser a primeira vez na minha vida que eu desfrutei do foco suave tanto e senti, “Ok, isso realmente não precisa ser muito nítido para contar uma história.” Quando voltei para casa do meu primeiro ensaio e vi as fotos no meu computador, o romance começou. Eu estava muito entusiasmada com a série e o meu irmão também, que agora está acostumado a lentes Lomography. Como modelo, ele me disse que é uma forma muito diferente a ser fotografado e os resultados são muito legais e diferentes de fotos comuns.

A lente é uma continuação da tradição experimental da Lomography. Que efeitos especiais você fez usando a lente?

Eu gosto de seus efeitos criativos e a forma como a lente te coloca em novas situações fotográficas. Você tem que pensar mais sobre a forma como você está fotografando. Na verdade, eu tinha a sensação de que estava fotografando pela primeira vez e eu tive que aprender a fotografar e compor as imagens. É uma maneira muito agradável para sair da sua zona de conforto. Então se você tem a sensação de que já viu tudo, por favor tente a lente, porque é uma espécie de renascer. E não há necessidade de Photoshop para sentir uma mudança de cenário, basta levar a lente em suas mãos e, em seguida, iniciar uma nova aventura, uma nova história.

Em termos dos seus próprios desejos fotográficos, qual é a melhor característica da Daguerreotype Art Lens?

O bokeh e o borrão que ela dá.

No que a Daguerreotype Art Lens se diferencia de outras Lomography Art Lenses?
É mais um pedaço de história que temos em mãos. É uma outra maneira de fazer fotografia. Os efeitos que você pode obter com esta lente são realmente incríveis e únicos. É uma nova jornada no fascinante mundo da fotografia e Lomography!

Por que usar uma lente especial em gênero?
Quando você só quer fazer algo diferente de séries comuns. Uma espécie de viagem ao passado.

E na parte técnica? Que dicas você daria para alguém que for usar a lente pela primeira vez?

Não tenha medo de usar a lente, sem a placa de abertura. E o meu melhor conselho: vai com calma e aproveite o momento. É uma viagem muito agradável para o passado e você será desafiado com certeza.


A Daguerreotype Achromat 2.9 / 64 Art Lens, inspirada por uma estética perdida a muito tempo, apresenta o retorno de fotografias sonhador e etéreas. Aperfeiçoando a essência da primeira ótica fotográfica do mundo, a lente Daguerreótipo Achromat oferece a versatilidade da tecnologia do século 21 com as características eminentes de pinturas do século 19. Esta ótica premium artesanal, com as suas placas únicas de abertura Lumière e Aquarelle, é compatível com as câmeras Canon EF e Nikon F de e permite a ambos, fotografias detalhadas com foco suave de seda e nitidez—ostentando definidos a natureza versátil da Família Lomography Art Lens.

Ouse a sonhar e financie este projeto no Kickstarter para trazer a delicada aura do Romantismo e Impressionismo Francês para imagens do século 21!

escrito por Lomography no dia 2016-04-26 em #novidades #equipamento

Mais Artigos Interessantes