Vida, Amor & Juventude: Uma Entrevista com Paolo Raeli

2017-02-16

Paulo Raeli é um rosto conhecido aqui na Lomography, nós já tivemos o prazer de apresentar o seu lindo trabalho e ouvir mais sobre a sua experiência usando a Lomo'Instant Wide. Nesta entrevista, você vai conhecer Paolo de um lado diferente e saber mais sobre a sua história por trás do seu trabalho cativante. E mais, você também irá descobrir o que mais provoca a sua inspiração e como fotografia mudou a sua vida para sempre.

© Paolo Raeli

Oi Paolo! Quando você descobriu que você precisa capturar os momentos ao seu redor? Quantos anos você tinha quando você tirou a sua primeira foto?

Oi! É um prazer responder estas perguntas para Lomography. Eu era um pouco mais jovem do que 18. Um monte de coisas começaram a mudar ao meu redor, e também ter conhecido uma pessoa muito especial fez com que eu percebesse que eu queria ter mais do que só memórias, então eu comecei a tirar fotos. Elas me ajudam a lembrar.

© Paolo Raeli

O que começou a mudar na sua vida desde que você começou a praticar fotografia?

Nossa, muita coisa, é incrível! Eu tenho 22 anos de idade agora e eu me lembro do passado com carinho no meu coração. Eu era bem mais ingênuo e imprudente e eu tenho fotos que provam isto! Eu ainda sou ingênuo as vezes. Mas a minha alma cresceu. Eu visitei e morei em vários lugares diferentes de Copenhagen à Roma, passando por Milão e parando em Berlin.

O que teve o maior impacto no seu estilo fotográfico?

Tudo veio gradualmente na verdade, quando fotografia começou a fazer uma grande parte da minha vida, eu senti a necessidade de ter uma assinatura, uma característica especial para que as minhas fotos sejam únicas e reconhecível para outros. Eu sempre gostei de cores lilás e pôr-do-sol, então é por isso que estes elementos quase sempre estão presentes nas minhas fotos. Devagar, todas começaram ter esse tom sonhador lilás. É legal agora, quando pessoas reconhecem as minhas fotos quando o meu nome não está escrito em baixo.

© Paolo Raeli

Parece que você gosta de capturar momentos íntimos e românticos entre jovens. O que te inspira mais sobre a juventude e o amor?

Eu acho isso extremamente lindo porquê... não vai durar. É algo que Jack Kerouac disse que realmente me fez parar e pensar. Todo este amor e juventude estão acabando (é a vida! Não há motivo para ficar triste) e ter o privilégio de capturar isto em fotos é algo que eu aprecio profundamente. A vida me inspira, o amor e a própria juventude é uma ótima fonte de inspiração.

© Paolo Raeli

Qual é a sua câmera preferida?

The one my parents spent so so much on and which is also the best camera I've ever had, Nikon d800. It allows me to take good pictures in all kind of circumstances.
A câmera na qual os meus pais gastaram muito dinheiro e a que também é a melhor câmera que eu já tive, a Nikon d800. Ela me permite tirar boas fotos em qualquer tipo de circunstâncias

O que é a coisa mais desafiante sendo um fotógrafo? O que te inspira a capturar momentos especiais e fazer este trabalho todo dia?

Para mim, é encontrar a situação certa para tirar uma boa foto. Muitas vezes me encontro aborrecido de não viver algum tipo de experiências que eu anseio devido a algumas questões externas, o que me frustra muito, porque às vezes eu me encontro tirando fotos de algo que eu não acho legal lembrando em dez anos, por exemplo. Sempre quando eu me sinto assim, eu olho pra trás para as fotos que eu tirei que fazem o meu coração tremer e eu tento me superar ao invés de me desencorajar.

© Paolo Raeli

Se você poderia escolher um jeito de expressar a sua criatividade, fora a fotografia, o que seria?

Eu curto música. Eu canto o tempo inteiro. Às vezes os meus amigos não me aguentam por causa disso, porque eu nunca calo a boca, hehe. Eu adoraria cantar e compor música, é um sonho que eu espero realizar em breve.

Como você tem um monte de seguidores e pessoas que adoram o seu trabalho no Instagram, o que é o seu segredo para manter o seu público interessado no que você posta? O que é a melhor coisa que você aprendeu através da rede social?

Isso é uma ótima pergunta! Trends mudam o tempo todo, então é difícil manter uma audiência pelos anos. Eu só tento conectar com pessoas, eu acho. Os temas principais para a minha fotografia é amor, juventude, alegria, tristeza e o prazer de explorar e viajar, tudo que os mais jovens acham relacionável e do que eles sonham. Uma coisa que eu aprendi (com qual eu nunca vou parar de sentir empatia), é que nem tudo que você na internet é real.

Muitas pessoas pensam que a minha vida é linda ou como um filme, mas não é assim. Eu tenho dias ruins e chatos e dias onde nada acontece, mas eu sei que não parece ser assim no Instagram. O importante é nunca perder o contato verdadeiro com a vida, mesmo se as coisas são chatos e cinzas as vezes. A rede social tem os seus lados bons mas ela também reflete uma versão distorcida do mundo às vezes.

© Paolo Raeli

O que é que você quer mostrar nas suas fotos? O que você mais gosta de fotografar?

Eu estou tentando apreciar todos os tipos de emoções humanas, a beleza dos anos de adolescência com um foco especial no amor. Eu realmente gosto de tirar fotos das histórias de amor dos meus amigos. Dá pra ver nos seus olhos e é absolutamente lindo de capturar isso com a câmera.

© Paolo Raeli

Como a fotografia influenciou você como uma pessoa e como um artista?

Me mudou completamente. Eu vejo coisas que eu não conseguia ver antes, pode parecer estranho, mas agora eu compreendo a luz, como ela muda pelo dia. Coisas que nunca tinham me importado. Eu vejo detalhes que eu nunca tinha percebido antes, eu me apaixono com eles. Eu abraço a vida mais e eu sou grato por isso.

© Paolo Raeli

Você poderia descrever um dia na vida de Paolo Raeli?

Varia muito e eu não sei explicar direito! Eu vou descrever um dia normal porque para os dias ótimos, existe Instagram! Normalmente eu faço longas caminhadas e trabalho no meu caderno de rascunhos, em qualquer lugar que eu possa visitar o oceano e só sentar e curtir o som do mar. Eu sempre levo a minha câmera junto, então eu paro de vez em quando para tirar fotos!

Nós sabemos que você teve a oportunidade de fotografar com a Lomo’Instant Wide, mas o qual seria a próxima câmera lomo que você gostaria de experimentar?

Sim! E eu realmente amei a câmera. Eu tirei tanta foto legal com ela e o fato dela ser tão leve é um prazer de levar ela por aí nas minhas viagens. Eu diria que eu quero experimentar a Lomo LC-A+! Mas isto é uma outra história!


Todas as fotos mostradas neste artigo foram usadas com a permissão de Paolo Raeli. Se você quiser ver mais do seu trabalho, o siga no Instagram e dê uma passada no seu site.

escrito por Ivana Džamić no dia 2017-02-16 em #pessoas

Mais Artigos Interessantes