Um Ticket para o Japão com a LC-A 120 e a Lomo'Instant Wide

2017-02-23

Sébastien Panzarella e Florian Lanni, dois apaixonados por fotografia, viajaram para o Japão com a icônica LC-A 120 e a sólida Lomo'Instant Wide. Para a Lomography, eles compartilham esta experiência marcante na terra do sol nascente.

Olá Sébastien, oi Florian! Nos conte mais sobre vocês.

Sébastien. Olá! Eu sou Sébastien, eu tenho 38 anos de idade e moro perto de Paris. Eu sou um fotógrafo amador. Os meus temas preferidos da fotografia são skate e recentemente viagens.
Florian. Oi! O meu nome é Florian, eu sou um fotógrafo desde 7 anos e eu trabalho principalmente para revistas de skate. Graças ao Skateboarding, eu tive a ocasião de viajar e descobrir vários países e culturas diferentes.

Nos conte sobre a sua fotografia?

S. Eu comecei quando eu era jovem e o meu pai me emprestou a sua Canon FT para uma viagem a Nova Iorque, onde eu fotografei o meu primeiro filme. Na minha escola tinha um clube de fotografia, daí eu comecei a revelar filmes. Depois de vários anos, eu me envolvi com fotografia novamente mas desta vez com câmeras digitais. Na época, eu tirava fotos de amigos andando de skate. Depois, eu comecei a comprar equipamento e fotografar com mais seriedade.
F. Pra mim começou com vídeografia. A gente filmava vídeos de skate só pra se divertir com amigos e um dia, eu achei uma câmera na garagem e fiquei curioso, daí eu comecei a tirar fotos. Desde então, eu nunca parei de fotografar.

A sua primeira câmera?

S. A minha primeira câmera SLR foi uma Canon 40D. Antes desta câmera, o meu pai me emprestou a sua Caanon FT e depois a sua Canon A1.
F. Eu comecei com uma câmera analógica da Canon que era do meu pai. Depois eu usei uma câmera digital que eu comprei de um amigo que era fotógrafo. Ela não funcionava muito bem, mas eu comprei ela por um preço bem barato, então eu ainda estava feliz com ela.

E a fotografia analógica?

S. Eu voltei para a fotografia analógica bem rápido, pela tentação da dimensão de materiais deste meio. Passo a passo, a fotografia analógica foi ficando mais importante do que a digital.
F. Eu realmente comecei a me interessar pela fotografia analógica quando eu tinha 18 anos e conheci a namorada do meu pai, que era uma fotógrafa. Ele transmitiu a sua paixão me mostrando todos os seus livros sobre fotografia analógica.

Vocês foram pro Japão este verão. Vocês poderiam nos contar mais sobre a sua viagem?

S&F. Nós nos juntamos e começamos em Tóquio. Nós passamos uns dias lá antes de pegar o trem para chegar no Sul do arquipélago para Nagasaki onde foi o festival Kunchi. Depois nós fomos para o norte e paramos na ilha Miyajima, com seu famoso mosteiro e seu torii. Depois, Kyoto e o seu famoso palácio dourado, Fuji, o santuário Nikko e paramos em Kamikochi, um lugar legal natural de alpes japoneses.

Como vocês escolheram uma câmera para fotografar lugares e temas específicos?

S. A LC-A 120 Camera é simples comparando com outras câmeras de meio formato e ela é muito eficiente para fotografia de rua. Nós usamos a Lomo'Instant Wide Camera para retratos e paisagens. Há algo mágico sobre fotografia instantânea. É ótimo ter a foto poucos segundos depois. Eu me lembro uma vez, eu fotografei um casal e dei a foto pra eles. Este aspecto de compartilhar é a grande qualidade da Lomo'Instant Wide.
F. Foi bem fácil escolher. Nós queríamos uma câmera que seria fácil de usar e carregar por todos os lados (a LC-A 120) e outra instantânea. Nós escolhemos as câmeras de acordo a essas necessidades. E realmente, nós não tínhamos muita escolha, já que as nossas mochilas já estavam cheias.

Qual é a primeira coisa que vem à suas mentes quando vocês estão fotografando?

S. O frame e depois a luz.
F. Uma pergunta difícil. Eu tenho muitas coisas em mente mas a luz é uma das primeiras coisas.

Por favor nos contem, o que vocês acham dessas câmeras.

S. A LC-A 120 é muito divertida e conveniente, tudo que você tem que fazer é escolher o quadro e apertar o botão. É a minha preferida. A minha Lomo'Instant Wide é um pouco mais difícil de compreender, porque a sua pontaria é um pouco particular; mas assim que você entendeu o truque, é bastante incrível. Por outro lado, ela precisa de muito filme – nós queremos fotografar mais pela instantaneidade!
F. Eu me apaixonei pela LC-A 120, que é a minha preferida. Esta câmera é leve e permite a fotografar facilmente e rapidamente para obter fotos nítidas.

O que podemos encontrar nas suas mochilas?

S. Roupas quentes, saco-de-dormir, um lençol e uma barraca. E as minhas câmeras e filmes. No final fica bem pesado para um passeio como estes.
F. Coisa demais! Um saco-dedormir, lençol e uma barraca, fogão de acampamento...todo o equipamento de um mochileiro, uns filmes negativos (uns LomoChrome Purple films, um pacote de Turquoise film, XPro slide, dois pacotes de Fuji color e um P&B) e tudo necessário para café...

Algumas dicas para pessoas planejando ir para o Japão?

S. Alugue um carro e siga a rua pequena da montanha. Vá com calme e aproveite os passeios pelas cidades.
F. Eu não tenho nenhum concelho em particular porque eu nunca preparo as minhas viagens. Eu gosto de aventura. Tudo que eu posso dizer é que você tem que estar preparado para duplicar o seu budget porque é um destino caro.

Um momento engraçado para compartilhar?

S. Eu acho que um dos meus momentos preferidos foi a noite que passamos em Nagasaki, quando chovei o dia inteiro e de noite nós fomos parar em um restaurante típico japonês onde eles estavam bastante espantados de nos ver lá. O cardápio escrito somente em japonês o que não ajudou na nossa escolha! A atmosfera se relaxou rapidamente quando uma mulher que falava um pouco de inglês chegou e perguntou se a gente tinha alguma pergunta ou curiosidade. A atmosfera se aqueceu um pouco maios quando a mesa atrás da nossa repetitivamente ofereceu copos de álcool a base de ameixa!

F. A viagem inteira foi divertida. Vários ótimos momentos mas a parte mais engraçada foi dormir em uma barraca com temperaturas perto de 0°C com um saco-de-dormir que não era quente o suficiente, e passar a noite enchendo garrafas com água quente.

Uma foto preferida? E por que essa em particular?

S. A em qual Florian está tirando uma foto, encostado na janelo do trem. Nós estávamos tão ansiosos! Nós tínhamos acabado de sair de Tóquio, era o começo da aventura. Pra mim, ela resume a nossa estadia no Japão: trem, fotos e diversão!
F. Eu amo a foto da criancinha com a mochila chamada “RANDOSERU”. No Japão, todos os alunos da escola primária têm a mesma mochila, eles ficam com ela por vários anos, é como um uniforme... Meu amigo Shinya tinha falado comigo sobre isso, então quando eu vi este menino, eu tirei esta foto que é bem representativa do Japão pra mim.

Lomography rima com...

S. Photography? Foi mal, a minha imaginação é bem limitada haha!
F. Fantasy!


Siga o trabalho de Sébastien e Florian nos seus sites e canais de rede social:
Sébastien Panzarella: seu site, seu Instagram & Facebook.
Florian Lanni: seu site, seu Instagram & Facebook ; seu blog de viagens e o Instagram de viagens.

escrito por Théo Depoix-Tuikalepa no dia 2017-02-23 em #pessoas

Produto Mencionado

Lomo LC-A 120

Lomo LC-A 120

A Vencedora do Phoblographer Editor's Choice Award "A melhor câmera de fotografia de rua: filme ou digital. Praticamente nada compara com isso."

Mais Artigos Interessantes