Lençois Maranhenses – Mais estranho que o paraíso

Lençóis Maranhenses é um lugar que você tem que ver se você vai ao Brasil. É um lugar que voe precisa visitar porque é único e maravilhoso.

Lençóis Maranhenses é um lugar que você tem que ver se você vai ao Brasil. É um lugar que voe precisa visitar porque é único e maravilhoso.

Um deserto infinito de dunas brancas. E no meio muitos lagos, pequenos e grandes lagos. Nos maiores você pode achar vegetação e peixes, enquanto nos menores não há. Mas, a água é sempre extremamente limpa e transparente. É água da chuva, então na época das chuvas terão mais lagos, e maiores que nas outras estações (se você for em Agosto achará muitos!).

É muito divertido descer as dunas a pé ou rolando como uma salsicha e cair no lago após rolar 50 metros. Em alguns lagos existem milhares de peixinhos que vem em você como se você fosse uma comida suculenta e tentam comer você, é meio tedioso, mas não estão em todos os lagos.

O melhor modo de chegar lá é de jipe de Barreirinhas, um pequeno vilarejo não muito longe (menos de uma hora). Usualmente os tours saem às 9h da manhã para a primeira viagem, e às 2h da tarde para a segunda, ambos levam 4 horas incluindo a viagem para chegar no local, mas a melhor escolha é pedir para seu guia para passar o dia todo! Ele irá cobrar o dobro porque você irá deixar um lugar vazio na primeira volta e um lugar vazio na segunda ida, mas se você negociar pode conseguir um bom valor.

Se você tem a pele sensível ou sofre com o sol, pode ser difícil. Eu estive lá em um dia nublado e foi melhor, durante um dia de sol não sei se resistiria. De qualquer modo, lembre do protetor solar, um chapéu e 2 litros de água. E algo para comer: nos lençóis você achará somente a natureza, não há lixeiras, então lembre de trazer seu lixo (felizmente ninguém esquece, o lugar é especial demais para ser arruinado). A melhor hora é quando todos os grupos desaparecem por volta de uma da tarde e você fica sozinho no deserto, sem ninguém por perto, somente céu, dunas e água, e um enorme silêncio: é um paraíso!!! Você olha e pensa “Eu nunca vi algo assim antes” é uma grande sensação. Mas não se preocupe, você nunca achará muitas pessoas, dê uma volta por dez minutos e ficará sozinho com o vento, o céu, o deserto… Não deixe de ir visitar esse lugar em sua vida!

escrito por -a-l-b-e-r-t-o- no dia 2010-09-19 em #mundo #locais #lencois-maranhenses #lago #brasil #lomo #deserto #horizon
traduzido por red_baron

Mais Artigos Interessantes

  • Cinco Filmes para Pouca Luz

    written by lomographymagazine on 2015-11-27 in #gear #tipster
    Cinco Filmes para Pouca Luz

    Como muitos de vocês já sabem, fotografar com condições de pouca luz, require mais do que uma mão calma (ou um tripé) se você está querendo resultados excelentes. Você também tem que ter o equipamento certo, e isso, é claro, inclui o filme. Nesse post, nós listamos cinco filmes rápidos que são perfeitos para essas situações.

  • Histórias de viagem da Vicuna | Burkina Faso: A terra das pessoas honestas

    written by vicuna on 2015-09-30 in #world #lifestyle
    Histórias de viagem da Vicuna | Burkina Faso: A terra das pessoas honestas

    Quando me perguntam por que eu amo tanto Burkina Faso e o que tem de tão especial, eu respondo sem hesitação: o povo. Tem alguma coisa nesse país que conecta o povo de uma maneira bem forte. Aqui, visitantes de longe são muito bem vindos. E honestamente, eu acho que os retratos que me orgulharam mais e os que eu mais amo, são aqueles feitos em Burkina Faso. "Por quê," você pergunta?

  • Si Mesma para o Mundo: A Fotografia de Leanne Surfleet

    written by lomographymagazine on 2015-11-24 in #people #lifestyle
    Si Mesma para o Mundo: A Fotografia de Leanne Surfleet

    Um autorretrato pode se enraizar em segurança, extrema timidez ou uma explosão alternativa dos dois. Leanne Surfleet passa por essa flutuação quando a câmera é tudo que da pra se ver. A atracão —o que nos diz a respeito— é uma mistura de incerteza e tipo de postura calma. E de vez em quando um pedaço de pele que é mais um mistério do que uma revelação completa. Até os retratos que Sufleet faz de outras pessoas tem o mesmo convite sussurrado, como se fosse para dizer que perguntas são bem-vindas. Daí nós tomamos a nossa sugestão.

  • Um Segredo do Cosmos: Lançando o Mais Novo Produto da Lomography

    written by Lomography on 2016-01-19 in #gear #news
    Um Segredo do Cosmos: Lançando o Mais Novo Produto da Lomography

    Psssiu! Nós temos matéria secreta nas nossas mãos, e está chegando à velocidade da luz! Nós estamos sendo tão misteriosos quanto o Cosmos sobre o nosso novo produto que não é desse mundo, constantemente em órbita sobre a nossa grande revelação. Mas a eclipse passará e logo logo as estrelas irão se alinhar. Até lá, tem que ter algumas perguntas flutuando no universo, certo? Bem, não precisa olhar para as estrelas para encontrar a sua resposta! Fique no mesmo comprimento de onda que a Lomography, e se segure enquanto nós vamos com hyperdrive. Deixe a sua imaginação livre como um foguete e veja se você consegue decifrar as nossas pistas sobrenaturais!

  • A Beleza do Preto e Branco

    written by lomographymagazine on 2015-11-20 in #world #lifestyle
    A Beleza do Preto e Branco

    Uma citação popular do fotojornalista Ted Grant vai assim, "Quando você fotografa pessoas em cor, você fotografa suas roupas. Mas quando você fotografa pessoas em preto e branco, você fotografa suas almas!" De fato, a falta de cores vibrantes força o telespectador a ver mais do que está exposto, reconhecer a atmosfera em torno da foto. Nesse post, nós colhemos fotos tiradas em preto e branco à mão em várias situações e exibimos atmosferas diferentes.

  • Longas Exposições pela Europa com a Minitar-1 Art Lens

    written by antoniocastello on 2015-12-10 in #gear #lifestyle #locations #reviews
    Longas Exposições pela Europa com a Minitar-1 Art Lens

    Uma das coisas que eu mais gosto na Minitar-1 Art é como nítido o foco pode ser quando você tira fotos com uma pequena abertura. Se você gosta de fotografar a noite, pega um tripé, adicione isso a uma tarde escura de inverno e você vai acabar com um monte de exposições lindas. Foi isso que eu fiz na minha última viajem à Europa.

  • O Mundo Segundo Herr Willie: Ilha de Marajó

    written by wil6ka on 2015-11-08 in #world #locations
    O Mundo Segundo Herr Willie: Ilha de Marajó

    Brasil é um país incrível para viajar. Tem tanta coisa para explorar, cada lugar muito diferente do outro. Com certeza vai precisar de vários passeios só para conhecer essa pérola da América do Sul. Eu terminei a minha turnê da copa ano passado em Marajó, a ilha dos bois — ela talvez seja um eterno ponto alto para mim.

  • Khalik Allah: A Auréola na Escuridão da Noite

    written by jennifer_pos on 2015-10-25 in #people #lifestyle #videos
    Khalik Allah: A Auréola na Escuridão da Noite

    Ele se chama de Khalik Allah - um criador, um ser eterno e sem limites. Ele documenta a vida como ela vem e vai, como ela machuca, como ela brilha dentro dos protagonistas de suas histórias. Sua fotografia e videografia nos leva para a profundidade nas noites sem fim de Harlem, um lugar onde a escuridão parece alcançar seu pico. Mesmo assim, ele captura luz da forma mais pura, nos lembrando que está dentro dos nossos olhos, em cada um de nós.

  • Speakers' Corner: Entrevista com o Fotógrafo Philip Wolmuth

    written by anamartaml on 2015-07-31 in #people #lifestyle
    Speakers' Corner: Entrevista com o Fotógrafo Philip Wolmuth

    Tendo uma respeitável carreira fotografando causas sociais, políticas e econômicas, Philip Wolmuth é capaz de iniciar um diálogo com o público através das suas poderosas imagens. Olhando a coleção de imagens do seu mais recente trabalho, parece impossível não ser atingido instantâneamente pela honestidade das emoções capturadas. A paixão, a raiva, o tumulto, a rebelião, o fervor, os gritos, a devoção; seu trabalho é verdadeiramente intoxicante. É como se as imagens estivessem berrando e, por um curto momento, você fosse transportado até ao Speakers' Corner, sem sair do seu lugar.

  • A fotografia de Réka Koti: Borrões Lo-Fi e Atmosferas nevoentas

    written by K. Aquino on 2015-10-05 in #people #lifestyle
    A fotografia de Réka Koti: Borrões Lo-Fi e Atmosferas nevoentas

    Fotos de viagens muitas vezes são ágeis, as formas são definidas e as cores afiadas. Réka Koti tem uma interpretação completamente diferente. Um lugar é uma base para experimentos. A natureza é um detalhe duplo exposto ou uma nublina do vestido da sua modelo. Galhos e folhas se borram para parecer pinceladas. O resultado é misterioso e a Lomografia não resiste a pergunta: Qual é a alquimia atrás dessas fotos sombrias?

  • A Chamada da Lomo’Instant Wide "Compartilhe a Novidade"

    written by Lomography on 2015-10-21 in #gear #competitions #videos
    A Chamada da Lomo’Instant Wide "Compartilhe a Novidade"

    Se você passou a ultima semana em Neptuno (pera aí, como é que você chegou lá?) você talvez não tenha ouvido falar – A nova Lomo’Instant Wide chegou! Pré-encomendas estão no ar para a câmera instantânea e sistema de lentes mais criativos do mundo e nós decidimos lançar uma competição para deixar tudo um pouco mais interessante e divertido.

  • Celeste Ortiz: Possibilidades Analógicas

    written by lomographymagazine on 2015-10-08 in #people #lifestyle
    Celeste Ortiz: Possibilidades Analógicas

    A fotografia foi descrita como um aparelho que para o tempo, algo que congela uma ação. Esse momento em pausa é o mais silencioso; todo tipo de conversa sobre a foto vai tentar descrever a beleza desse segundo. As fotos de Celeste Ortiz nos deixa pensar em algo diferente. Um senso de continuação.