Black_friday_en
Você tem uma conta? Login | Você é novo na Lomography? Cadastre-se | Lab | Site atual:

O lixo de uns é o ouro para outros: câmeras analógicas recuperadas do lixo

Ouvindo o disco Not Your Kind of People do Garbage e pensando no trocadilho do nome deles (garbage é lixo, mas o som da banda é ótimo) me peguei lembrando de quantas vezes alguém jogou fora uma câmera (ou outro apetrecho analógico) por achar que agora é lixo ao mesmo tempo que para nós é puro ouro! Realmente, eles não são o nosso tipo de gente!

Inúmeras vezes me surpreendi com o descaso de algumas com os nossos tesouros analógicos. Simples peças que um dia foram muito utilizadas e causaram grande alegria hoje são tratadas como lixo e descarte. Se por um lado isso é triste, que a maioria das pessoas não ligam a mínima para eles, por outro é ótimo pois pode se tornar uma grande oportunidade de colocar as mãos em pequenos tesouros analógicos do passado, que nas mãos certas terão o tratamento que merecem e vão voltar a sua antiga glória do passado!

Eu mesmo tenho algumas pequenas histórias desse tipo!

Como é um pecado deixar câmeras empoeirando em algum lugar escuro e triste do passado, vale a pena lembrar as histórias de algumas que saíram do esquecimento de alguém e vieram parar na mão de uma pessoa que gosta de usar câmeras antigas e cheias de histórias pra contar!

Smena 8: cinco reais e a lente teve q ser trocada por maus cuidados

Achei essa na Feira de usados em São José dos Campos-SP. O vendendor não imaginava que era uma câmera soviética e que tinha gente procurando por essas câmeras ainda. A lente foi trocada com a de outra Smena, mas era muito estilosa, toda feita em baquelite preto. Um verdadeiro achado arqueológico!

Agfa Clack: Achada em uma caixa de sapato velha num lixão acumulado em terreno

Com certeza deve ter sido jogada fora por um neto desalmado que a tratou pior do que lixo, despejando-a em um terreno sujo e abandonado. Na verdade quem achou foi meu primo. Ele me ligou dizendo que tinha uma câmera de filme muito antiga e toda enferrujada e não fazia ideia se ia funcionar. Ele me deu a câmera e descobri que funcionava perfeitamente. Foram vários filmes batidos com ela. Linda.

Belomo Vilia: veio pelo correio num pacotão de câmeras arrematadas no ebay sem saber direito o estado de conservação delas

Esta veio direto da antiga união soviética pelo correio, demoooooooorou horrores pra chegar e quando chegou descobri que o fotometro não funcionava. Colocar pra funcionar uma coisa dessas é complicado, mas pelo menos ela funcionava bem no manual, mas o nome em cirílico, o cheiro de graxa e a aura soviética dessa camereta conquistam qualquer um. Pelo menos não foi jogada fora quando o fotômetro parou de funcionar. Hoje ainda ela pode estar clicando e fazendo a alegria de alguém.

E você, tem alguma história de resgate para compartilhar?

escrito por dux_x

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro

Ler este artigo em outro idioma

A versão original deste artigo está escrito em:Português. Isto também está disponível em:English & Deutsch.