Você tem uma conta? Login | Você é novo na Lomography? Cadastre-se | Lab | Site atual:

Fotos analógicas da infância

Aqui estão algumas fotos da minha infância. Por favor, não ria... Eu sou com certeza lindo, essa coleção está apenas horrivelmente adorável.

Alguns de nós nasceram em um tempo no qual não havia opção entre fotografia digital ou analógica; existia apenas a analógica. Que, talvez, seja a razão por que os filmes são agradáveis para nós; trechos da nossa infância foram capturados por meio de tal. Com isso, aqui estão algumas imagens pela estrada da memória, algumas velhas fotos de mim.

Então aqui estou eu, um pouco mais de um ano talvez, amamentando-me na minha garrafa de leite enquanto sacudia na velha cadeira de balanço. Na verdade, essa cadeira ainda existe em nossa casa em Lipas, Batangas. Hmmm… o que há com o meu dedinho?

O que eu posso lembrar, que eu sempre tive um corpo bastante fino. É bastante surpreendente o quanto eu era gordinho quando jovem. Há outra versão dessa foto com as mãos entrelaças e radiante de brilho, que é na verdade minha foto favorita da infância. Infelizmente perdeu-se antes que viesse a tecnologia de digitalização de fotos. Foi perdida, provavelmente, quando eu fiz algum projeto enquanto estava na escola.

Não, isso não é um cosplay. Meus pais eram católicos devotos e era costume oferecer devoção aos santos, para seus filhos. O aniversário da minha mãe coincide com o dia da festa de Santo Antônio; daí eu me vesti de Santo Antônio enquanto assistia a missa dominical.

Essa é minha mãe me carregando na igreja. Ela me deu um balão vermelho; acho que me comportei bem naquele dia. Isso, ou fiz birra.

Eu acho que eu estava na quarta série quando essa foto foi tirada. Minha tia é uma professora de escola pública e ela fez com que eu participasse de todas as atividades da escola, incluindo escoteiros.

Oh yes! Eu fui um rei por um dia. Eu estava no quinto ano; ganhei um concurso de arrecadação de fundo e fui aclamado como Mr. G.B. Lontok Memorial School.

Cintura alta, calças soltas na parte inferior; foi no início da década de 1990, e ainda havia a ressaca da intoxicação da década de 1980. A forma como meu polegar repousa no meu bolso não é uma coincidência. Qualquer garoto filipino que cresceu na década de 80, com certeza tinha Fernando Poe, Jr.. como um de seus ídolos.

Eu deveria estar envergonhado agora; surpreendente, eu sou todo sorrisos!

escrito por renenob e traduzido por alejungs

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro

Ler este artigo em outro idioma

A versão original deste artigo está escrito em:English. Isto também está disponível em:Spanish & Français.