Você tem uma conta? Login | Você é novo na Lomography? Cadastre-se | Lab | Site atual:

Resenha: O grande Ferrania Solaris 200: Faça o que você quiser!

Eu pedi uma grande quantidade do filme Ferrania Solaris 200 . Os filmes têm apenas 12 exposições por rolo ( este deve ser o motivo para serem tão baratos), e, desde então, eu sempre os uso para testes. Eu fiz quase tudo com este filme ( superexposição, subexposição, redscale, processo cruzado em E6). Agora quero apresentar os resultados.

Para testes com diferentes configurações, eu usei uma Canon EOS 300. Ela tem ISOs: 25, 32, 40, 50, 64, 80, 100, 125, 160, 200, 250, 320, 400, 500, 640, 800, 1025, 1600, 2000, 2500, 3200 (ao menos foram estes que tentei)..

Usando o ISO 100, +1

Eu usei mais ou menos a configuração normal para este filme. Subexponha e então tire. É um bom filme negativo colorido, que em dias ensolarados pode ser bem colorido.

Usando ISO 400, xpro em E6

Assim como sabemos, filmes negativos coloridos perdem ISO quando passam pelo processo cruzado em E6. E, com a subexposição do filme, as fotos devem ser bem escuras. É assim que elas ficam: um pouco escuras, um pouco rosa – pelo processo cruzado- mas, surpreendentemente não tão escuras. Eu tive um resultado muito pior com um outro filme negativo colorido em E6, tiradas na configuração normal.

Usando ISO 64, xpro em E6

O branco se torna rosa com o processo cruzado. Mas o ISO 64 é uma boa configuração para uma correta exposição.

Usando ISO 100, xpro em E6

Resultado muito similares a configuração ISO 64.

Sucessão de exposições -a partir do ISO 25 até 400

Claro, você pode obter as imagens mais claras ou mais escuras com o scanner, mas eu sempre uso a primeira configuração do scanner gerado com o software. O resultado é que, mesmo quando superexposta por três etapas, ele ainda mostra boas fotos. Lembre-se que a imagem com ISO 200 é uma situação da luz normal.

Sucessão de exposições – a partir do ISO 25 até 500

Algo que faz este filme realmente interessante para processo cruzado é que ele mostrar uma série de grandes exposições no processo E6.

Redscale com ISO 200

O resultado mostra um forte tom avermelhado, mas talvez seja melhor a super exposição, como as fotos estão muito escuras.

Redscale com ISO 100

O resultado das fotos com esta configuração ainda estão um pouco escuras.

Redscale com ISO 50

Esta é uma boa configuração para redscale com este filme.

Redscale com ISO 64, processo cruzado em E6

Eu realmente gostei dessas fotos! Não é um vermelho e preto comum, mas um pouco mais descorado por causa do do processo cruzado.

Redscale com ISO 200, processo cruzado em E6

Sucessão de exposições de Redscales – a partir de ISO 25 até 400

Parece que eu misturei o ISO 25 e 32 fotos, mas pode ser que fosse só o medidor de luz conduzindo as diferentes configurações. Mas com certeza, esta foi a configuração que mais gostei.

Sucessão de exposições- a partir do ISO 200 até 3200

Minha opinião é que este é um filme que deve ser mais superexposto que subexposto. As imagens estão ficando muito, muito escuro neste momento.

ISO 200 processo cruzado em E6, -1

Estas fotos não sairam, estavam todas muito escuras.

Aqui estão mais alguma diferentes fotos que eu tiro com este filme:

escrito por shoujoai e traduzido por paulalirio_

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro

Ler este artigo em outro idioma

A versão original deste artigo está escrito em:English. Isto também está disponível em:한국어 & Türkçe.