Você tem uma conta? Login | Você é novo na Lomography? Cadastre-se | Lab | Site atual:

Ainda Não Me Cansei

Não quero insistir, mas a destruição é viciante. Se quer saBer como fiz para destruir um filme quase que completamente, continue lendo.

Foto por cohetesnaranjas

Antes, tentava evitar destruir filmes, pois pensava que poderia haver alguma foto boa, mas, agora, já perdi esse critério.

E vou falar mais: o processo bastante parecido com o que tenho feito em outras ocasiões. Consiste em:

1.Terminar o filme.
2. Rebobiná-lo, deixando que reste apenas uma pequena parte do negativo (sem colocá-lo todo lá dentro).
3. Entrar em um quarto escuro com água, um secador e um potinho preto (como os que se usam para colocar negativo).
4. Retirar todo o negativo e manchá-lo sem mergulhá-lo, com um spray ou com um pincel com Topionic
5. Lavá-lo e secá-lo (no escuro!).
6. Colocar o filme sem o carretel dentro do potinho preto.
7. Dirigir-se a um laboratório e deixar que o destino faça seu trabalho!

Na realidade, o que eu queria era ambientar o show de Linn Youki, mas só consegui salvar uma foto.

Foto por cohetesnaranjas

Essa destruição é viciante, mas pode acabar por arruinar seu filme também!

escrito por cohetesnaranjas e traduzido por arrebol

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro

Ler este artigo em outro idioma

A versão original deste artigo está escrito em:Spanish. Isto também está disponível em:Deutsch & English.