Petzval Amigo: Misha Assis

2016-11-15 1

O artista brasileiro Misha Assis é um especialista quando se trata da Petzval 85 Art Lens. Uma curta visita na sua LomoHome já mostra do que estamos falando. Aqui ele nos conta um pouco mais sobre si e sobre o seu amor pela Petzval 85 Art Lens.

Olá Misha! Você já faz parte da comunidade Lomográfica há um tempinho. Mas aparentemente o que você mais curte é a nossa Petzval 85. Por quê?

Sim, é verdade. Acompanho bastante as publicações na comunidade lomográfica, e participo intensamente. A Peztval 85 é uma das lentes que mais gosto e traz consigo uma alma artística. Foi ela que me fez enxergar de uma maneira peculiar e especial, com uma atmosfera do passado, transcendendo aos dias de hoje.

Como você primeiramente se envolveu com fotografia? Fora a fotografia existe outro tipo de arte que você usa para se expressar?

Eu escrevia poesias e desenhava com surrealismo. Mas sentia uma grande necessidade de expandir os meus sentimentos, foi assim que comecei de uma forma amadora a registrar o cotidiano nas ruas. E não sabia que fazendo a fotografia de rua, teria meus trabalhos publicados em revistas: na Espanha (Revista Mambo) e Portugal (Fendamel), sendo desta maneira um incentivo maior para que pudesse me aprofundar nos retratos, e assim fui sendo direcionando a fazer disto o meu oficio, até me tornar um profissional.

Na sua opinião, o que é um retrato perfeito?

O retrato perfeito é quando você não precisa da perfeição para poder extrair o que existe de mais belo no ser humano. Usar a simplicidade do olhar e resgatar o que existe de mais profundo em seu âmago. E para isso acontecer é preciso estar envolvido de uma certa forma com o retratado, conhecendo sua origem, suas histórias... o retrato perfeito é a negação do ego.

"é quando você e o retratado se tornam uma só essência.”

Quais fotógrafos você admira e o que te inspira em gênero?

O artista Rafael Souza (Rafa Kao) foi quem me inspirou a ter minha Petzval 85 e a sonhar com esta possibilidade de ser ter um trabalho mais artístico. O artista Jonas Hafner , alessio Albi, Irina Dzhul, Annie Mitova, Irina Mattioli, Alexandra Bochkareva, Katerina Plotnikova, Emily Soto,e Anka Zhuravleva, dão continuidade a essência artística em nossas veias.

Agradeço a toda comunidade Lomográfica e especialmente minha companheira Ana Maria e ao meu filho Arthur por acreditarem em mim quando muitas vezes pensei em desistir.


Se vocês curtiram o trabalho do Misha, não esquecam de visitar (e dar um like) o seu Facebook, Instagram e claro, na sua LomoHome

escrito por michellymatias no dia 2016-11-15 em

Mais Artigos Interessantes